Topo

Tarso Genro decreta luto oficial de sete dias no Rio Grande do Sul

Do UOL, em São Paulo

27/01/2013 15h25

Tarso Genro, governador do Rio Grande do Sul, decretou, neste domingo (27), luto oficial de sete dias em homenagem à memória das vítimas da tragédia ocorrida em Santa Maria (RS) --cidade a 286 km de Porto Alegre. Durante a madrugada, um show pirotécnico em uma boate do município causou um incêndio que matou pessoas.

"É uma tragédia brutal que está acontecendo em Santa Maria, é brutal para o país e para o Estado. Nós estamos empenhados desde a madrugada em dar todo apoio necessário para que tenhamos um levantamento rápido das provas e fazer um inquérito policial de alto nível, esclarecendo as causas que determinaram esta tragédia", disse Tarso Genro.

Segundo o governador, todos os serviços do Estado estão articulados com a Presidência da República, Exército, Aeronáutica, Polícia Federal, Defesa Civil e Instituto Geral de Perícia, que está dando suporte para o levantamento de provas do inquérito policial. "Este é o momento de nós compartilharmos a dor, e com o nosso trabalho demonstrar toda a nossa solidariedade às famílias e ao povo de Santa Maria, e ao nosso Estado, inclusive. É um momento muito duro para todos nós e temos que ter competência para trabalhar bem e dar uma resposta à altura deste acontecimento".

A presidente Dilma Rousseff, que estava no Chile participando da Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), antecipou sua volta ao Brasil por conta da tragédia. Ela desembarcou no município antes das 14h e em pronunciamento oficial ressaltou que "apesar da tristeza, o Brasil irá superar".

O incêndio no município de Santa Maria já é considerado o segundo maior da história do país, ficando atrás apenas do Gran Circus Norte-Americano, que pegou fogo em Niterói, em 17 de dezembro de 1961 e vitimou 500 pessoas.

Mais Cotidiano