Topo

Briga entre facções rivais deixa mais dois presos mortos em presídio no MA

Aliny Gama

Do UOL, em Maceió

02/10/2013 09h14

A briga entre as facções “Bonde dos 40” e “PMC” continua causando tensão no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA). Na noite dessa terça-feira (1º), por volta das 21h, mais dois presos foram assassinados dentro de uma cela. Durante a manhã, outros três internos foram assassinados, sendo um deles decapitado.

A Sejap (Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária) informou que os presos assassinados à noite foram mortos por outros internos que estavam na cela vizinha a deles.

Ao todo, foram mortos cinco presos em decorrência da briga entre integrantes das duas facções rivais que estão presos na penitenciária.

De acordo com a Sejap, a briga entre os presos foi ocasionada devido à chegada de grupo de 18 detentos, que estava custodiado na CCPJ (Central de Custódia Preso de Justiça) do Anil, na tarde dessa segunda-feira (30). A transferência dos presos ocorreu em cumprimento à determinação da 2ª Vara de Execução Penal.

A facção "PCM", que está no regime semiaberto em Pedrinhas, soube que o grupo “Bonde dos 40” estava em um outro pavilhão e invadiu o local.

Durante o tumulto da manhã, dois outros presos ficaram feridos e um agente penitenciário foi atingido por uma pedrada. Eles foram levados para o Hospital Socorrão 2, em São Luís.

Os presos assassinados à noite foram identificados pelos nomes de Julit da Paz Figueira Santana e Marinaldo de Jesus Gaspar Castro; já os outros mortos pela manhã foram: Darlan Reis Leal, Francisco Henrique França Júnior e Flávio Rodrigues Coelho Pereira.

Devido ao clima tenso dentro do presídio, familiares dos presos passaram a noite na calçada aguardando notícias dos parentes. Eles continuam no local ainda nesta manhã desta quarta-feira (2).

Ainda na manhã dessa terça-feira, a Delegacia de Homicídios de São Luís informou que abriu inquérito para investigar as mortes.

Cotidiano