PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Tiroteio em frente a casa de shows no centro de São Luís mata 3

Aliny Gama

Do UOL, em Maceió

25/08/2014 12h05

Um tiroteio matou três pessoas e feriu mais uma em frente à casa de eventos Patrimônio Show, localizada no centro histórico de São Luís, neste domingo (25). Havia apresentações de bandas de pagode no local. Até agora nenhum suspeito foi preso.

Segundo a PM (Polícia Militar), cinco pessoas que estavam dentro de um Siena preto passaram atirando e atingiram as quatro vítimas. O carro foi apreendido minutos depois, ao se envolver em uma colisão com uma moto na avenida dos Africanos, mas os ocupantes fugiram antes de a polícia chegar.

A suspeita é que o alvo seria Carlos Fabrício Lima dos Santos, 24, que morreu ao ser atingido por quatro tiros. O jovem foi conseguiu liberdade na última sexta-feira (22) do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, considerado o mais violento do país pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Somente neste ano, 11 presos já foram assassinados no Complexo de Pedrinhas, mesmo com a presença da PM e da Força de Segurança Nacional. Ao todo, 20 presos morreram dentro de unidades prisionais do Maranhão.

A última morte ocorreu no último sábado, no Centro de Ressocialização de Pedreiras (a 235 km de São Luís). O preso Aleandro da Conceição Sousa morreu durante uma tentativa de fuga e outros seis presos ficaram feridos.

Vítimas do tiroteio

Os outros mortos foram Ailton Marinho Jacinto, 33, e Franciana Vieira Uchoa, 40, que eram comerciantes e vendiam produtos na calçada da casa de shows. Jacinto morava no bairro Coroadinho e vendia bebidas em eventos. Já Uchoa morava na Vila Vitória e tinha uma barraca de doces.

A jovem Derivan Viana Costa, 22, que estava na porta da casa de eventos também foi atingida com dois tiros no abdôme, mas não corre risco de morte. A jovem foi levada para o Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão 1, onde se submeteu à cirurgia para retirada das balas.

Cotidiano