Rodoviários recolhem ônibus em Natal após novos ataques criminosos

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

  • Jaquinele Martins/Via Certa Natal

    Ônibus é incendiado no bairro Santos Reis, na zona leste de Natal

    Ônibus é incendiado no bairro Santos Reis, na zona leste de Natal

Criminosos armados agrediram um motorista de ônibus enquanto dirigia o veículo na avenida Mário Negócio, no bairro do Alecrim, região central de Natal, nesta quinta-feira (19). A agressão ocorreu durante a tentativa de atear fogo ao veículo e, por pouco, o motorista não foi atingido por tiros disparados pelos criminosos. Ele teve escoriações leves e passa bem. Até agora, nenhum suspeito foi preso.

Este foi o terceiro ataque a ônibus urbano em Natal ocorrido nesta manhã. Um veículo que transitava no bairro das Rocas, região leste, foi queimado por criminosos. O outro caso ocorreu no bairro Santos Reis, também na zona leste.

Devido aos ataques, rodoviários decidiram que todos os ônibus farão as últimas viagens e serão recolhidos às garagens na tarde desta quinta-feira. O Sintro-RN (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Rio Grande do Norte) informou que não há previsão de quando os ônibus voltarão às ruas.

"A frota só voltará a circular quando os trabalhadores tiverem garantia que não vão correr risco de morte por conta dos ataques desses criminosos", afirmou o diretor de comunicação do Sintro-RN, Harley Davidson de Andrade Amaral.

Desde a tarde de ontem até as 13h40 de hoje, 24 veículos foram queimados no Rio Grande do Norte. Em Natal, foram 14 ônibus --seis urbanos e oito interestaduais-- e dois carros de governo e prefeitura. Em Parnamirim, dois micro-ônibus foram queimados. Em Caicó, cinco veículos da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) e um ônibus que faz o transporte intermunicipal foram atacados por criminosos.

Os incêndios a ônibus em Natal, ocorreram na avenida Mário Negócio, no bairro do Alecrim, região central de Natal, no bairro das Rocas, região leste, e no bairro Santos Reis, zona leste de Natal.

Incêndios continuam à tarde

Criminosos atacaram outros dois ônibus e pelo menos outros seis veículos – quatro motos e dois carros --no Rio Grande do Norte na tarde desta quinta-feira. Os ataques ocorreram contra um ônibus na cidade de São Paulo do Potengi e outro pertencente à empresa Guanabara, na avenida Mário Negócio, na altura do bairro Quintas.

Homens encapuzados invadiram a Secretaria de Trânsito de Parnamirim (região metropolitana de Natal) e tocaram fogo em quatro motos e dois carros – um da prefeitura e outro particular. Segundo a polícia, vândalos ainda fizeram disparos de arma de fogo contra o prédio, mas ninguém se feriu.

Frota estava reduzida

Devido ao clima de insegurança, rodoviários já tinham reduzido em 30% a frota de ônibus urbanos em Natal hoje cedo. Sem apoio da polícia, empresas de ônibus tiveram dificuldade para sair às 4h, quando iniciam as primeiras viagens do dia. A frota saiu às 6h (7h horário de Brasília).

Segundo o Seturn (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Natal), os ônibus saíram mais tarde das garagens porque carros da Polícia Militar não deram cobertura a todas as empresas durante a saída do bacurau (ônibus que transporta exclusivamente motoristas, cobradores e fiscais).

De acordo com dados do Seturn, atualmente, a frota de ônibus em Natal é composta por 715 veículos, que transportam 370 mil passageiros por dia.

Ontem, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), fez um pronunciado destacando que o Estado "vive a pior crise da história da segurança pública" motivada por briga de facções que vem ocorrendo em todo o país.

Para Faria, a crise da segurança ocorre porque o governo não vai recuar e não vai negociar com facção criminosa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos