Desempregado, engenheiro vira "neto de aluguel" e conquista idosos no ES

Matheus Collaço

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Facebook

    Engenheiro Aloísio Melo auxilia idosos com novas tecnologias e em tarefas do dia a dia

    Engenheiro Aloísio Melo auxilia idosos com novas tecnologias e em tarefas do dia a dia

Nos últimos tempos, o número de desempregados no Brasil tem aumentado, principalmente pela forte crise que o país enfrenta. Assim, as pessoas têm inventado novas formas de driblar a falta de oportunidades e conseguir uma fonte de renda. É o caso do engenheiro civil Aloísio Melo, de 46 anos. Ele criou um serviço diferente para ajudar idosos: o "Neto de Aluguel".

A ideia surgiu após Aloísio ter ficado desempregado. Há quatro meses, a sua ocupação em Vitória (ES) é auxiliar idosos de diversas maneiras, seja com o entendimento de novas tecnologias ou no deslocamento para consultas e exames. O engenheiro substitui os familiares que não têm tempo para acompanhar vovôs e vovós nestas atividades.

Reprodução/Facebook
Engenheiro civil encarou desemprego com uma ideia nova: virou "neto de aluguel"

"Depois que perdi o emprego, comecei a trabalhar como motorista para um aplicativo. Quando fui deixar uma passageira em casa, fui abordado por uma senhora que queria baixar o serviço no celular, mas não conseguia. Depois que terminei de ajudá-la, ela me disse que eu levava jeito para isso, pois tinha paciência para explicar tudo. Foi aí que me veio o clique", revela Aloísio, em entrevista ao UOL.

Após pesquisar o serviço na internet e não encontrar nada parecido com o que pretendia fazer, ele resolveu criar a "Neto de Aluguel": "Como não encontrei ninguém que atendesse esse público aqui em Vitória (ES), vi como uma oportunidade. Na hora de escolher o nome, achei que deveria ter um atrativo para o público que estava tentando conquistar, pois eles precisavam ter confiança em mim. Foi assim que surgiu a ideia de me alugar como neto".

E a proposta acabou dando certo: hoje, Aloísio já conta com muitos clientes, que utilizam seus serviços de diversas maneiras, algumas até que ele nem imaginava que pudesse fazer.

"Tem uma família, de Cachoeiro de Itapemirim, que pediu para eu cuidar do pai delas, que mora aqui em Vitória. Ele tem 84 anos, ainda dirige e não quer ajuda de ninguém. Então, para ganhar a confiança dele, comecei a segui-lo nos trajetos que fazia e até passei a almoçar com ele. Parecia trabalho de espião", brinca.

"Morria de vontade de aprender Excel"

A aposentada Dora Dalmásio, de 66 anos, é uma das clientes da "Neto de Aluguel" e já foi conquistada pelo engenheiro. Jornalista aposentada, ela sempre esteve em contato com computadores, mas tinha o desejo de aprender a fazer tabelas e planilhas no Excel, algo que o filho nunca parou para ensinar.

"Apesar de ele saber bastante, meu filho sempre disse para eu procurar alguém que entendesse mais. Ele até chegou a me dar um livro, para eu aprender sozinha, mas acabei desistindo. Porém, como eu queria organizar as finanças da casa e vi que ele era uma pessoa íntegra, perguntei se ele podia me dar uma aula", afirma ela, em contato com a reportagem.

Dominando as planilhas e tabelas do programa, Dora pretende seguir com os aprendizados e até definiu qual será sua próxima lição: "É o tipo de coisa que eleva a autoestima, quando você vê que está dominando o assunto. Agora, já falei com ele que a próxima aula que eu quero ter é para aprender a instalar o Skype".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos