PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Rio tem apreensão de 16 fuzis na Rocinha e no Caju

23.set.2017 - Bope apreendeu fuzis após trocar tiros com criminosos na região da Rocinha - Reprodução/Polícia Militar
23.set.2017 - Bope apreendeu fuzis após trocar tiros com criminosos na região da Rocinha Imagem: Reprodução/Polícia Militar

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio

23/09/2017 13h38Atualizada em 23/09/2017 17h29

As forças de segurança que atuam no Rio de Janeiro apreenderam 16 fuzis na madrugada deste sábado (23) nas comunidades da Rocinha, zona sul, e do Caju, zona norte. Nas duas ocorrências, cinco suspeitos foram detidos --quatro deles na Rocinha. Após registrar tiros na madrugada, a favela da zona sul, que está sob operação das Forças Armadas e polícias, voltou a ter intenso tiroteio no começo da tarde de hoje.

Segundo a polícia, dez dos fuzis apreendidos foram usados na invasão à Rocinha por traficantes rivais que ocorreu no último domingo (17). Essas armas, encontradas no Caju, seriam utilizadas novamente para abastecer os criminosos que atuam na Rocinha.

O chefe do tráfico Luiz Alberto Santos de Moura, conhecido como Bob do Caju, foi preso. Ele foi encontrado durante uma operação da Delegacia de Roubos e Furtos em parceria com a Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), da Polícia Civil, na Ilha do Governador, zona norte. Com o suspeito, que estava em um bairro residencial, foi apreendida uma pistola.

Militar reforça segurança na Rocinha - Domingos Peixoto/Agência O Globo - Domingos Peixoto/Agência O Globo
23.set.2017 - Militar reforça segurança nos acessos à Rocinha
Imagem: Domingos Peixoto/Agência O Globo

Ainda de madrugada, outros cinco fuzis foram encontrados em um táxi próximo à Rocinha. O veículo foi perseguido por policiais do 23° BPM e o Bope (Batalhão de Operações Especiais) montou um cerco nos acessos ao túnel Zuzu Angel. Houve confronto. Os bandidos conseguiram fugir. No carro, foram encontrados 55 carregadores, 2.055 munições de diversos calibres, 110 papelotes de erva seca e 1.045 cápsulas de pó.

Em outro ponto da Rocinha, a polícia do Exército encontrou um fuzil num carro que tentava furar o bloqueio dos agentes. O AK 47 com numeração raspada foi apreendido. Cinco pessoas que estavam no carro foram levadas para a delegacia --eram quatro criminosos e um motorista que havia sido rendido no bairro do Horto, na zona sul, e feito refém.

Segundo a vítima, os criminosos estavam escondidos em área de mata e, de madrugada, tentaram retornar à comunidade.

Militares chegaram à Rocinha com blindados

UOL Notícias

Cotidiano