Violência em São Paulo

Ataques a tiros deixam 5 mortos em duas cidades da Grande SP

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

  • Moacyr Lopes Junior/Folhapress

    Crimes cometidos em Carapicuíba e em Guarulhos são investigados pela Polícia Civil

    Crimes cometidos em Carapicuíba e em Guarulhos são investigados pela Polícia Civil

Dois ataques diferentes, nas cidades de Guarulhos e de Carapicuíba (Grande São Paulo), resultaram nas mortes de cinco pessoas na noite de quinta-feira (11). Foram três mortos em Guarulhos e dois em Carapicuíba. Outras três pessoas foram baleadas e estão internadas.

Em Guarulhos, por volta das 23h30, indivíduos não identificados mataram três homens a tiros na frente de um bar na rua Pernambuco, segundo a PM (Polícia Militar). Trata-se da segunda chacina de 2018. O local é uma região periférica, com ruas de barro e sem câmeras de segurança. 

Até a manhã desta sexta-feira (12), a autoria e a motivação do crime eram desconhecidas pelas autoridades policiais. Testemunhas relataram aos policiais militares que atenderam a ocorrência que os criminosos atiraram sem roubar nada das vítimas.

O caso foi registrado no 7º DP (Distrito Policial), que fica em Cumbica. A perícia foi ao local pela manhã em busca de informações que possam ajudar na elucidação do crime. A perícia não localizou cápsulas no local. 

As vítimas, baleadas na cabeça, foram identificadas como Alexandre Sales Correia, 34, Robson Barbosa de Andrade, 34, e Max Bruno Carvalho, 30.

Dois mortos em Carapicuíba

Pouco antes, por volta das 22h40, também em frente a um bar localizado na rua Severino Salgado de Vanconcelos, em Carapicuíba, um criminoso desceu de um carro preto e baleou quatro pessoas que estavam no local.

Reprodução/Facebook
Renata Batista dos Anjos, 17, era estudante

A estudante Renata Batista dos Anjos, 17, morreu na hora atingida por três tiros. Os PMs relataram na delegacia que, provavelmente, o alvo dos atiradores era ela, pela quantidade de disparos efetuados contra a jovem.

As outras três pessoas, que não correm risco de morrer, foram alvejadas com um tiro cada uma. Um homem, no quadril. Outro homem, no abdômem. Uma mulher, na perna esquerda. Eles estão em três hospitais diferentes.

De acordo com a Polícia Civil, o bar onde ocorreu o crime fica ao lado de um ponto de venda de drogas. No entanto, a investigação, por ainda estar no início, não relacionou o tráfico com o atentado.

Próximo dali, na rua Cordeirópolis, seis minutos depois, Aerton Barreto dos Santos, 38, morreu baleado com quatro tiros. Ele foi atingido no tórax, costas e cabeça. Os dois casos de Carapicuíba são investigados pelo 1º DP da cidade. A suspeita da polícia é de que eles tenham relação.

Equipes da Polícia Civil lotadas na cidade também já estão em diligências buscando elementos que possam tentar colaborar com a investigação dos crimes. Até a manhã desta sexta-feira, nenhum suspeito foi identificado. Também não se sabe, ainda, a motivação dos crimes.

Primeira chacina do ano

A primeira chacina de 2018 ocorreu na madrugada do dia 7, em Pirituba, zona oeste da capital. Foram encontrados mortos, com perfurações de tiros, Luis Vagner Gonçalves de Oliveira, 18, Bryan Dantas de Carvalho, 16, Willian Tomaz Oliveira Leite, 25, e Matheus da Silva Rocha, 18. Outros dois homens, de 46 e 48 anos, também foram baleados.

No local, a Polícia Civil encontrou quatro cápsulas de munições de pistolas calibre .40, de uso restrito de forças policiais do Estado. Esse tipo de armamento não pode ser comprado pela população em geral. Em São Paulo, ele é vendido apenas para policiais, colecionadores e atiradores esportivos.

A SSP (Secretaria da Segurança Pública) informou na quinta-feira (11) ao UOL que o caso segue em investigação, por meio de inquérito policial, na 3ª Delegacia de Homicídios Múltiplos do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa).

"Na última quarta-feira (10), um dos homens, que havia sido baleado, prestou depoimento. A equipe policial continua em diligências para localizar subsídios que auxiliem na identificação e prisão dos autores", afirmou, em nota, a secretaria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos