PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Traficantes usam faixa para proibir maconha em favela no RJ: "Respeitem as crianças"

Faixa atribuída a traficantes da cidade de Macaé pede respeito a moradores e crianças - Reprodução
Faixa atribuída a traficantes da cidade de Macaé pede respeito a moradores e crianças Imagem: Reprodução

Renan Prates

Colaboração para o UOL

06/02/2018 15h36

Uma faixa atribuída a traficantes do Morro de São Jorge, comunidade que fica em Macaé, cidade da Região dos Lagos do Rio de Janeiro, chamou atenção de moradores do local. O recado era claro, em tom ameaçador: estava proibido o consumo de maconha na região para que moradores e crianças fossem respeitados.

Um vídeo que circula desde segunda-feira (5) nas redes sociais registra a faixa exposta em uma das ruas da favela de Macaé.

Leia também

“É proibido fumar maconha na rua. Vamos respeitar as crianças e os moradores”, pedia a faixa, que continha também a seguinte ameaça: “Se não abraçar o papo, o papo vai abraçar você”.

“Isso que eles fizeram foi algo bom. Quem não é usuário, não precisa ficar sentindo o cheiro”, desabafou um morador da região, que não quis se identificar, ao UOL.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Polícia Militar divulgou o seguinte comunicado: “Segundo o comando do 32º BPM (Macaé), houve denúncia a respeito do fato e a faixa foi retirada da localidade”.

Já a assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que, até o momento, não possui nenhuma informação se existe investigação do Distrito Policial que abrange a área do Morro de São Jorge sobre a presença de traficantes no local.

Cotidiano