Topo

Corpo de dona de pousada famosa em Brumadinho é identificado

Cleosane Coelho Mascarenhas era dona da pousada Nova Estância, em Brumadinho - Reprodução/Facebook
Cleosane Coelho Mascarenhas era dona da pousada Nova Estância, em Brumadinho Imagem: Reprodução/Facebook

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL

29/01/2019 18h23

O rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho (MG) na última sexta-feira (25) destruiu a Pousada Nova Estância, uma das mais procuradas da região, e matou a proprietária, Cleosane Coelho Mascarenhas, que estava no estabelecimento. O corpo dela foi identificado nesta segunda-feira (28).

Cleosane - conhecida como Cléo - morava na pousada com o marido, o empresário Márcio Mascarenhas, fundador da rede de escolas de inglês Number One. Oficialmente, Marcio e um dos filhos do casal, que também estava na pousada, continuam desaparecidos, bem como alguns hóspedes do hotel.

Então cercado de belezas naturais, o estabelecimento era um dos mais mais procurados da região e já havia recebido celebridades como o músico Caetano Veloso e o ator Marcos Veras. Agora, a pousada está destruída.

A ABF (Associação Brasileira de Franshising), no entanto, já divulgou uma nota lamentando a morte do antigo associado e do filho dele, ainda que os nomes não estejam entre os corpos já identificados. "A diretoria, o conselho da ABF e toda a comunidade do franchising lamentam imensamente a perda do colega Marcio Mascarenhas, sua esposa e seu filho, que faleceram hoje na tragédia de Brumadinho", publicou a rede, na sexta-feira em seu Facebook.

A conta do Facebook de Marcio também foi alterada para "em memória", modo dedicado a perfis de pessoas que morreram. 

Marcio deixou a administração da rede Number One há dois anos para se dedicar a cuidar da pousada com a mulher. Cleosane foi a única identificada oficialmente entre os desaparecidos que estavam na Nova Estância.

Mais Cotidiano