Topo

Idosa de 81 anos morre após ser espancada em roubo no interior do Maranhão

Hospital Regional de Coroatá (MA), onde Raimunda Lima ficou internada por 7 dias - Divulgação/Governo do Maranhão
Hospital Regional de Coroatá (MA), onde Raimunda Lima ficou internada por 7 dias Imagem: Divulgação/Governo do Maranhão

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

24/04/2019 18h36

Uma idosa de 81 anos morreu ontem, depois de, segundo a polícia, ser espancada por dois ladrões e passar sete dias internada no hospital Macrorregional de Coroatá (MA), a 247 quilômetros de São Luís. Ela levou chutes e socos na cabeça.

Raimunda Ferreira Lima e o marido, Raimundo Alves da Silva, 64, foram atacados na noite do dia 15, durante um arrastão na residência do casal no povoado de Macaúba, zona rural de Coroatá.

Segundo a polícia, os ladrões invadiram o imóvel em busca do dinheiro referente a aposentadoria do casal, mas não encontraram nada.

Os acusados levaram quase todos os pertences da casa e, irritados por não conseguirem dinheiro, espancaram o casal.

A polícia disse que os socos e chutes só cessaram porque vizinhos reagiram aos gritos de socorro.

Até a tarde de hoje, Raimundo continuava internado e, segundo o hospital, o estado de saúde dele é estável. O hospital informou que ele ainda não sabe que a esposa morreu.

O corpo de Raimunda Ferreira Lima foi enterrado no cemitério municipal de Coroatá, na tarde de hoje. A família não quis falar com a imprensa.

Os dois acusados do crime foram detidos pela polícia ainda no povoado de Macaúba. Um deles tem 16 anos. A polícia não divulgou os nomes dos acusados, mas informou que eles foram levados para a delegacia Regional de Barra do Corda (MA)

Cotidiano