Topo

Polícia investiga roubo de R$ 1,15 milhão em espécie de casa em MG

Mais de R$ 1 milhão foram roubados de uma casa em MG; polícia já recuperou R$ 730 mil - Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais
Mais de R$ 1 milhão foram roubados de uma casa em MG; polícia já recuperou R$ 730 mil Imagem: Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais

Daniel Leite

Colaboração para o UOL, em Juiz de Fora (MG)

27/06/2019 13h08

A polícia mineira está em busca de R$ 420 mil, de um total de R$ 1,15 milhão, roubados de uma casa em Itamarati de Minas, no interior do estado, a 313 km de Belo Horizonte. Até o momento, R$ 730 mil já foram recuperados.

Apesar da alta quantia guardada em uma residência, a polícia apurou até o momento que se trata de dinheiro lícito do homem de 76 anos que mora na casa.

O assalto ocorreu por volta de 0h30 da última segunda-feira (24). Segundo as investigações, quatro bandidos participaram da ação. Primeiramente, dois chegaram de moto e, como não conseguiram entrar no imóvel, chamaram mais dois comparsas.

Ainda de acordo com a polícia, ao perceber que arrombaram a porta de entrada, o dono da residência fugiu pelos fundos. Os ladrões pegaram a quantia milionária que estava escondida em um quarto e fugiram carregando os maços de notas em sacolas, mochilas e até nas mãos, segundo o delegado Diego Mattos de Vilhena.

Uma testemunha teria visto os assaltantes em fuga e foi ameaçada por um deles, de acordo com Vilhena. A polícia analisa imagens de câmeras de segurança que flagraram a ação na rua.

Dos quatro suspeitos, três foram presos na terça-feira (25). Já o quarto passou por uma situação inusitada. Segundo o delegado, ele estava de saída temporária do presídio de Muriaé (MG) e retornou na própria terça para a cadeia.

Dois outros suspeitos ainda são procurados por supostamente terem ajudado a ocultar o dinheiro.

Dono da casa disse que o dinheiro era fruto da venda de um caminhão - Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais
Dono da casa disse que o dinheiro era fruto da venda de um caminhão
Imagem: Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais

Dinheiro seria usado pelo dono para comprar fazenda

A vítima do assalto ainda vai prestar depoimento, mas já afirmou informalmente à polícia que obteve o R$ 1,15 milhão com a venda de caminhões e utilizaria o dinheiro para comprar uma fazenda.

Como ainda são feitas buscas, não foram divulgados detalhes da identidade da vítima. O que se sabe é que o idoso afirmou à polícia que obtém renda com a venda de terrenos e que tem um filho comerciante na cidade. "É uma pessoa simples, mexe com terras. A gente acredita que o dinheiro seja lícito, que tenha proveniência lícita", afirmou o delegado.

Mas a vítima ainda será intimada a prestar depoimento para dar mais detalhes sobre a origem do dinheiro, segundo o policial. A investigação também quer descobrir como os assaltantes sabiam da existência da quantia milionária na residência.

"A gente está apurando quem passou essa informação de que havia esse dinheiro no imóvel e levantando se há a participação de outros indivíduos além dos dois que estão sendo procurados", disse Vilhena.

Cotidiano