Topo

Família acusa motorista de ambulância de atropelar e matar menina de 2 anos

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

22/07/2019 18h54

Uma família de Bom Jardim (MA) acusa o motorista de uma ambulância da prefeitura de ter atropelado e matado uma menina de dois anos e meio na noite do último sábado (20). O veículo estaria sendo usado justamente para socorrer o pai da criança.

De acordo com familiares, o pai da criança precisou de atendimento médico depois de se envolver em uma briga e ficar ferido. Ele teria sido levado ao hospital municipal de Bom Jardim e profissionais teriam se recusado a atendê-lo antes que tomasse um banho.

Ainda segundo o relato dos parentes, ao retornar para casa em uma ambulância, a menina, sua avó e o pai precisaram descer do veículo por conta dos buracos na rua. Foi então que, ao tentar passar pelos buracos, o motorista acabou atropelando e matando a criança. Segundo a família, ele fugiu sem prestar socorro.

Um boletim de ocorrência foi registrado hoje.

Outro lado

Em nota, a prefeitura de Bom Jardim negou que tenha havido recusa no atendimento médico inicial ao pai da garota e informou que o hospital "realizou todos os procedimentos necessários." A prefeitura afirmou que está prestando assistência à família da menina.

"A prefeitura está à disposição da justiça para colaborar com qualquer tipo de informação que for necessária as autoridades", informou.

A prefeitura não explicou por que a ambulância levou o homem com a família de volta para casa.

O município também não disse se o motorista da ambulância vai ser afastado da função.

Mais Cotidiano