PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
10 meses
Cães de raça sofrem maus-tratos e canil é fechado em Pinhais (PR)

Animais foram apreendidos em situação de maus-tratos em canil clandestino - Divulgação
Animais foram apreendidos em situação de maus-tratos em canil clandestino Imagem: Divulgação

Hygino Vasconcellos

Colaboração para o UOL, de Porto Alegre

01/11/2019 17h31

Dezoito animais de raça foram apreendidos pela Polícia Civil em um canil clandestino em Pinhais (PR), na Região Metropolitana de Curitiba, no final da tarde de ontem. Os cães são das raças Yorkshire e Shih-tzu e foram encontrados em situação de maus-tratos.

"Eles estavam em local insalubre, com ausência de sol e de local adequado para se proteger da chuva. Estavam magros, com doença de pele e problemas dentários. Um conjunto de situações que caracterizava maus-tratos", disse o delegado Matheus Laiola, responsável pela investigação.

O criadouro não tinha autorização ambiental para o funcionamento e, além disso, a legislação municipal proíbe a existência desses espaços na região urbana. A proprietária do local, de 46 anos, foi levada até a delegacia, assinou um Termo Circunstanciado e, em seguida, foi liberada. A mulher vai responder por maus-tratos contra animais e por ausência de licença ambiental para operar o canil, dois crimes considerados de menor potencial ofensivo e que não resultam em prisão.

Ela vai pagar R$ 500 de multa por animal, o que totaliza R$ 10 mil. O auto de apreensão ainda está sendo elaborado na tarde de hoje e, por isso, o valor pode ser alterado. Entre os animais estavam filhotes, que seriam vendidos. Os cães foram encaminhados para entidades parceiras da prefeitura.

Procurada pela reportagem do UOL, a mulher não atendeu as ligações ou respondeu as mensagens. Segundo o delegado, durante o depoimento na delegacia ela permaneceu em silêncio e disse que só iria se manifestar em juízo, durante o andamento do processo. Ela não tem advogado constituído, de acordo com Laiola.

Desde janeiro a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente já apreendeu mais de mil animais, entre domésticos e silvestres, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo o delegado, a maior parte estava em condições de maus-tratos e foram localizados em cerca de 30 canis. No ano passado, foram apreendidos menos de cem animais.

Cotidiano