PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Acusado de homicídio, 'Dr. Bumbum' planeja se candidatar a vereador no Rio

Denis Furtado, conhecido como "Doutor Bumbum" - Reprodução/Instagram
Denis Furtado, conhecido como 'Doutor Bumbum' Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

24/12/2019 11h18

O ex-médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como "Doutor Bumbum", planeja se candidatar a vereador no Rio de Janeiro nas eleições do ano que vem. Furtado foi acusado de homicídio doloso pela morte de uma paciente durante um procedimento estético em julho do ano passado e aguarda julgamento.

Após a morte, ele perdeu o registro profissional, necessário para o exercício da medicina.

Furtado chegou a ser preso preventivamente, mas foi solto após decisão da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em janeiro deste ano.

Em seu perfil no Instagram, o ex-médico descreve a si mesmo como pré-candidato a vereador do Rio. "Saúde, Justiça", escreveu ainda. Na rede social, tem mais de 600 mil seguidores.

Ele aproveita o espaço para falar sobre assuntos diversos, como fé e a crise na saúde. "Por isso, estarei lutando no próximo ano (2020), por uma #saúde com respeito ao cidadão carioca, mas também às condições médicas de prestar à população um bom e decente atendimento", escreveu em uma postagem.

A bancária Lilian Calixto faleceu após ter sido submetida a um procedimento estético realizado no apartamento de Furtado, na Barra da Tijuca. Na época, ele classificou a morte como uma "fatalidade".

Ouça o podcast Ficha Criminal com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.
Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Cotidiano