PUBLICIDADE
Topo

Segurança pública

PM identifica 6 policiais que agrediram manifestantes em ato anti-Bolsonaro

PM golpeia manifestante deitado no chão na Rua Teodoro Sampaio, na Zona Oeste de São Paulo, após protesto contra o governo Jair Bolsonaro no domingo (7) - Reprodução/Vídeo
PM golpeia manifestante deitado no chão na Rua Teodoro Sampaio, na Zona Oeste de São Paulo, após protesto contra o governo Jair Bolsonaro no domingo (7) Imagem: Reprodução/Vídeo

Alex Tajra

Do UOL, em São Paulo

09/06/2020 22h59

A Polícia Militar de São Paulo identificou seis policiais que foram flagrados em vídeos agredindo manifestantes contrários ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após a manifestação do último domingo (7) na capital. Eles passam por procedimento apuratório que é acompanhado pelo Comando de Policiamento da Capital e pela Corregedoria da corporação.

"Todos os envolvidos serão reorientados e retreinados de acordo com os procedimentos operacionais padrão da Instituição. A PM não tem compromisso com o erro e não compactua com desvios", disse a corporação em nota.

O processo administrativo foi aberto após a Ouvidoria da PM pedir uma apuração sobre as imagens que foram divulgadas. Segundo o órgão, "nesses vídeos não é possível identificar se são manifestantes, tampouco a identidade dos policiais envolvidos ou as circunstâncias da ocorrência".

"Em virtude disso, a Ouvidoria instaurou um procedimento para requisitar à Corregedoria da Polícia Militar e à Polícia Civil que investiguem as agressões e, uma vez identificados os policiais envolvidos, que eles sejam afastados pelo menos até o fim das apurações", afirmou a Ouvidoria em nota.

A reportagem questionou a Secretaria da Segurança Pública, a Polícia Militar e a Ouvidoria sobre o afastamento dos policiais que foram identificados, mas não houve resposta. Questionado, o Ministério Público de São Paulo afirmou que vai acompanhar as apurações da PM.

Pouco após o fim do ato contrário a Bolsonaro no domingo, vídeos (veja abaixo) passaram a circular nas redes sociais mostrando policiais militares agredindo com socos, chutes e golpes de cassetete manifestantes que estavam correndo na rua Teodoro Sampaio, zona oeste.

Ontem à noite, após a divulgação das imagens, a ouvidoria da PM requisitou às Corregedorias da PM e da Polícia Civil para que investiguem os policiais envolvidos.

Os policiais detiveram entre cinco e seis pessoas que estavam na avenida naquele momento. Os manifestantes permaneceram por um tempo de bruços na calçada, enquanto os seis policiais os rondavam e verificavam suas mochilas.

Outros ângulos da mesma cena mostram policiais agredindo manifestantes na esquina com a rua Mourato Coelho, entre os bairros de Pinheiros e Vila Madalena.

Segurança pública