PUBLICIDADE
Topo

Cidade terá 'mandato-tampão' após morte de prefeito por covid-19 no TO

Após morte do vice-prefeito e do presidente da Câmara dos Vereadores, Araguanã (TO) fará eleição amanhã - Prefeitura Municipal de Araguanã
Após morte do vice-prefeito e do presidente da Câmara dos Vereadores, Araguanã (TO) fará eleição amanhã Imagem: Prefeitura Municipal de Araguanã

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Recife

01/08/2020 20h27

O município de Araguanã, localizado na região norte do estado de Tocantins, vai escolher um novo prefeito amanhã em um "mandato-tampão", que vigorará até o dia 31 de dezembro, depois que o vice-prefeito prefeito Hernandes Neves de Brito (DEM), conhecido como Hernando da Areia, e o presidente da câmara de vereadores, Cícero Cruz de Araújo (PDT), morreram no mês passado, vítimas da covid-19 e de infarto, respectivamente.

Prefeito eleito em 2016, Fernando Luiz dos Santos (PSD) renunciou ao cargo em 2017. Hernando da Areia assumiu a gestão municipal. Após a morte de Cícero Cruz de Araújo, a vice-presidente da Câmara de Vereadores, vereadora Irene Rodrigues (PSD), assumiu interinamente o cargo do executivo municipal.

Devido à pandemia do novo coronavírus, a votação será fechada na câmara de vereadores, sem a participação dos eleitores de Araguanã. As regras da eleição foram definidas em edital elaborado pela Câmara de Vereadores do município, que foi publicado no último dia 17.

Os oito vereadores escolherão quem ocupará o cargo de prefeito interinamente, até as próximas eleições municipais. As chapas que concorrem ao cargo de prefeito são encabeçadas por duas mulheres. Irene Rodrigues (PSD) se candidatou a prefeita e Maria de Lourdes Fortaleza (DEM) a vice-prefeita na chapa. Já Raimunda da Silva Leite (PSC) é candidata a prefeita e tem como vice Cícero Alves Sousa (PSDC).

O resultado da chapa vencedora será anunciado amanhã mesmo. Prefeito e vice eleitos tomarão posse aos cargos em solenidade realizada logo após o anúncio do resultado.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Araguanã tem população estimada em 5.729 habitantes e fica ao norte do Tocantins, às margens do rio Araguaia. Segundo boletim epidemiológico da secretaria de Saúde do Tocantins, três pessoas morreram com covid-19 e 67 foram infectados com o novo coronavírus na cidade. O Tocantins contabiliza 390 óbitos e 25.346 infectados pelo novo coronavírus.

Mortes

O prefeito eleito em 2016 em Araguanã, Fernando Luiz dos Santos (PSD), 45, renunciou ao cargo, no dia 31 de dezembro de 2017, alegando problemas pessoais e que a receita obtida nos cofres municipais não cobria as despesas, sendo insuficiente para gerir o município.

Logo depois, o vice-prefeito, Hernandes Neves de Brito (DEM), 54, assumiu a gestão municipal. Ele morreu vítima da covid-19 no dia 11 de junho no hospital Dom Orione, em Araguaína.

Hernando da Areia estava com dificuldades de respirar e procurou uma unidade de saúde em Araguanã, mas, devido ao seu estado de saúde, foi transferido para o hospital regional de Xambioá. Depois, com estado crítico de saúde, o prefeito foi encaminhado para o hospital Dom Orione, onde morreu. A então primeira-dama do município, Rosineire Silva de Sá, 53, também foi infectada pelo novo coronavírus e conseguiu se recuperar.

Após a internação do prefeito, o presidente da câmara de vereadores, vereador Cícero Cruz de Araújo (PDT), assumiu interinamente o cargo do executivo municipal. Ele morreu de infarto fulminante no dia 26 de junho, após sair de um restaurante de Araguanã.

A vice-presidente da câmara de vereadores, vereadora Irene Rodrigues, assumiu o cargo interinamente, até que ocorra uma nova eleição para prefeito.

Cotidiano