PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias

Corpo de brasileira que caiu em poço do elevador na Argentina é liberado

Ana Karolina Lara Ferreira Fernandez morreu no começo do mês; amiga fez o reconhecimento do corpo - Acervo pessoal
Ana Karolina Lara Ferreira Fernandez morreu no começo do mês; amiga fez o reconhecimento do corpo Imagem: Acervo pessoal

Simone Machado

Colaboração para o UOL, em São José do Rio Preto (SP)

23/09/2020 19h40

O corpo da estudante brasileira Ana Karolina Lara Ferreira Fernandez, de 22 anos, que morreu em Buenos Aires (Argentina) após cair no poço de um elevador, foi liberado para ser trazido para o Brasil. A jovem, que cursava medicina no país vizinho, morreu no último dia 4 após sofrer uma queda do 13º andar de um prédio.

Segundo a empresária Silvana Lara Ferreira, mãe de Ana Karolina, o corpo da jovem estava no IML (Instituto Médico Legal) desde a data do acidente. Somente na madrugada de hoje é que ele foi liberado e levado para a funerária, para passar por todos trâmites preparatórios necessários para o traslado.

"A amiga da Karol com quem ela dividia apartamento foi até a funerária e fez o reconhecimento. A gente sempre fica na esperança de que tivesse algum erro e não fosse ela, mas agora que a ficha começou a cair de verdade", disse a empresária a reportagem do UOL.

Os familiares pretendem trazer o corpo da jovem para ser enterrado em Chapadão do Céu (GO), cidade onde vivem. Apesar da liberação, a previsão é de que o corpo chegue ao Brasil apenas no dia 30 de setembro.

"Há toda uma burocracia que o nosso advogado está resolvendo. A previsão inicial é de que a liberação e o traslado fossem demorar 60 dias, mas conseguimos adiantar alguns documentos e esperamos que até a semana que vem tudo esteja resolvido", acrescenta Silvana.

Investigação e o acidente

De acordo com a família da estudante, a polícia argentina avançou na investigação do caso. A tese de homicídio, que chegou a ser levantada após a jovem ter sido encontrada morta, foi praticamente descartada.

A principal hipótese para a causa da morte de Ana Karolina é uma falha no elevador do edifício. Se isso for confirmado, os responsáveis pela manutenção do equipamento poderão responder por homicídio culposo, segundo os familiares.

Ana Karolina morreu no último dia 4 ao cair no poço de um elevador de um prédio onde foi visitar um amigo e um jovem com quem tinha relacionamento há dois anos. A estudante teria ido até o local comemorar o bom resultado que havia tido em uma prova da faculdade.

Ao chamar o elevador para ir embora, a jovem não teria percebido que o elevador não estava parado no andar e caiu do 13º andar.

Cotidiano