PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
SC: Polícia tenta identificar trio que tirou fotos escalando cruz de igreja

Após a repercussão das imagens do trio escalando a cruz da igreja local, fiéis solicitaram a tomada de medidas cabíveis ao caso - Reprodução/Redes Sociais
Após a repercussão das imagens do trio escalando a cruz da igreja local, fiéis solicitaram a tomada de medidas cabíveis ao caso Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Do UOL, em São Paulo

23/10/2020 09h20

A Polícia Civil tenta identificar três pessoas que estão em fotos compartilhadas nas redes sociais "escalando" uma cruz localizada na frente da Igreja Matriz Puríssimo Coração de Maria, no município de São Bento do Sul, em Santa Catarina. As informações são do Jornal do Almoço, da TV Globo.

A PM (Polícia Militar) disse na página do Facebook da corporação que recebeu uma denúncia por vilipêndio público de objeto de culto religioso na manhã de quarta-feira (21).

Pouco tempo depois, o padre Mario Tito, responsável pela paróquia, ligou para a PM informando que, devido a repercussão negativa da publicação das fotos do trio "escalando" a cruz da igreja, fiéis solicitaram a tomada de medidas cabíveis por parte da igreja com relação ao caso.

A corporação registrou um boletim de ocorrência com todas as informações obtidas do caso e informou na rede social que já "encaminhou o Boletim de Ocorrência para a Polícia Judiciária para eventual apuração do crime e de seus autores."

"O entendimento da PM é que ação se enquadra nos crimes contra o sentimento religioso e que está previsto no Código Penal Brasileiro, em seu art. 208, e que prevê como pena detenção, de um mês a um ano, ou multa. Ou seja, os autores vilipendiaram publicamente objeto de culto religioso e que é o simbolizado pela cruz que possui grande significado para os católicos", conclui a corporação na postagem.

Cotidiano