PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias

PR: ônibus com 55 pessoas tomba e deixa mais de uma dezena de mortos

Afonso Ferreira, Fabio de Mello Castanho e Sara Baptista*

Do UOL, em São Paulo*

25/01/2021 10h46Atualizada em 25/01/2021 21h39

Um ônibus com 55 ocupantes tombou na manhã de hoje na BR 376 em Guaratuba, no litoral do Paraná. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros do Paraná, 19 mortes foram confirmadas até o momento.

Mais cedo, a corporação havia informado 21 óbitos no acidente, mas corrigiu a informação no início da tarde. O motivo da alteração não foi informado.

No último balanço do acidente divulgado pela Polícia Rodoviária Federal de Curitiba, por volta das 20h50, consta:

  • 19 mortes
  • 31 feridos nos hospitais (7 em situação graves)
guaratuba - Divulgação/PRF - Divulgação/PRF
Feridos foram levados para hospitais da região
Imagem: Divulgação/PRF

Todas os feridos foram atendidos e encaminhados a hospitais da região, informaram os Bombeiros. Os casos mais graves foram transportados de helicóptero para o Hospital Cajuru, em Curitiba, e Hospital São José, em Joinville (SC).

Vítimas leves e moderadas foram encaminhadas por ambulâncias a hospitais em Garuva e Joinville, ambas em Santa Catarina.

Equipes dos bombeiros do Paraná e de Santa Catarina, da concessionária Arteris e helicópteros do Batalhão de Operações Aéreas da Polícia Militar foram deslocados para o atendimento no local.

Ônibus partiu do Pará

Segundo a Arteris, concessionária que administra a via, o acidente ocorreu por volta das 8h30. O veículo tinha placa de Belém.

O ônibus pertencia à empresa de turismo TC Pires da Cruz e partiu na sexta-feira (22) de Belém (PA), com destino a Balneário Camboriú (SC). De acordo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o veículo seguiria para São José após a parada.

Em nota, a TC Pires da Cruz informou que o ônibus foi fretado por uma terceira pessoa, responsável pelo grupo, que também estava no veículo. Estavam a bordo 53 passageiros e dois motoristas, segundo os Bombeiros.

O acidente aconteceu no km 668 em um local conhecido como curva da Santa, no sentido Santa Catarina. O ônibus saiu da pista, rompeu a mureta de proteção e caiu numa ribanceira. Ainda não se sabe o que teria provocado o acidente.

Mais cedo, a via ficou bloqueada e teve lentidão, mas segundo a concessionária, o fluxo está normalizado em toda a BR 376 no Paraná.

Condições da pista eram normais, diz porta-voz dos Bombeiros

De acordo com a porta-voz do Corpo de Bombeiros, tenente Ana Paula Inácio de Oliveira, a região onde ocorreu o acidente é de grande fluxo por ser próxima ao litoral, mas não chovia na manhã de hoje.

"Tivemos vários dias de fortes chuvas, contudo hoje essa situação não acontecia. A pista, a princípio, estava dentro da normalidade e tivemos acidente", disse à CNN Brasil.

Segundo ela, as equipes apuram se passageiros foram lançados para fora do ônibus durante o tombamento do veículo. No entanto, a verificação ainda está em andamento por causa do acesso dificultado ao local de mata.

Também à CNN, o tenente Arendt, do batalhão de Operações Aéreas da PM do Paraná, afirmou que a curva onde o ônibus tombou é bastante perigosa.

"É uma curva bem forte, que joga geralmente os veículos que estiverem com uma certa velocidade, então o veículo acabou saindo ali e indo parar numa ribanceira", afirmou.

Documentação do ônibus estava em dia

De acordo com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), o veículo "está cadastrado na frota da empresa Girassol Turismo, que se encontra devidamente habilitada junto à ANTT para prestar serviço de transporte rodoviário interestadual de passageiros sob a modalidade de fretamento e possui autorização para realização dessa viagem".

A Agência afirmou ainda que o seguro veicular e o certificado de segurança veicular também estavam em dia, o que "garante possíveis indenizações pela empresa". A ANTT lamentou o ocorrido e se solidarizou com as famílias das vítimas.

TC Pires da Cruz enviou equipe ao local do acidente

A empresa TC Pires Cruz, informou, através de nota, que está trabalhando com todos os recursos possíveis para emitir a relação dos passageiros e a situação de cada um. Uma equipe foi enviada ao local do acidente, para auxiliar nesse processo, que é delicado e requer tempo.

O dono da empresa está em contato com o Comando Geral do Corpo de Bombeiros do Pará e também do estado do Paraná para acompanhar os desdobramentos do acidente.

Também foram feitos pedidos de apoio a representantes do Governo do Estado. O governador do Pará, Helder Barbalho anunciou que vai fretar um avião para fazer o traslado das vítimas.

A TC Pires da Cruz entrou em contato com a Seguradora que já mandou representantes até o Paraná para prestar assistência às vítimas, e se necessário, fazer a remoção para outros hospitais.

A empresa informou também, que ainda não é possível ter a relação de nomes das vítimas, ou daquelas que estão internadas nos hospitais, mas equipes da empresa de turismo estão tentando, o mais rápido possível, concluir esta apuração e repassar aos familiares.

*Colaborou Luciana Cavalcante, em Belém

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no título e no primeiro parágrafo desta matéria, e destacado na home page do UOL, o número de mortes confirmadas no acidente até o início da tarde era 19, e não 21. Além disso, o número de ocupantes é 55, e não 54. As informações haviam sido divulgadas pelo Corpo de Bombeiros do Paraná, que corrigiu os dados posteriormente. As informações foram corrigidas no texto.

Cotidiano