PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

SP estuda suspender velórios e concentrar sepultamentos em dois cemitérios

Plano de contingência será implementado caso a capital paulista ultrapasse a marca de 500 sepultamentos por dia - Edson Lopes Jr
Plano de contingência será implementado caso a capital paulista ultrapasse a marca de 500 sepultamentos por dia Imagem: Edson Lopes Jr

Do UOL, em São Paulo

05/04/2021 15h45Atualizada em 05/04/2021 19h04

A Prefeitura de São Paulo estuda suspender os velórios da cidade e concentrar os sepultamentos em dois cemitérios, de acordo com declarações feitas hoje pelo secretário das Subprefeituras Alexandre Modonezi, em entrevista à rádio CBN.

"Caso a gente tenha um crescimento muito grande, vamos fechar praticamente todos os cemitérios e trabalhar com dois — o Formosa 1 e 2, e o São Luís. Isso já foi feito em outras crises sanitárias do país pela logística", disse Modonezi à CBN.

De acordo com o secretário, o plano de contingência será implementado caso o número de óbitos continue avançando e ultrapasse a marca dos 500 sepultamentos por dia. A capital paulista bateu recorde com 419 sepultamentos no dia 30 de março.

"A cidade é muito grande, e, se concentrar o esforço dos sepultadores, da mão de obra e das agências em dois lugares, conseguimos atender a demanda, que está fora da normalidade. Esse seria um caso extremo, esperamos que não aconteça, mas monitoramos a situação diariamente", disse à rádio.

Ao mesmo tempo, o secretário alega que o feriadão antecipado de São Paulo surtiu efeitos positivos, com menores números de internações.

O cenário, na visão dele, pode gerar uma queda do número de óbitos na cidade, afastando as chances de adotar a contingência nos cemitérios.

"Os números da saúde são melhores, a gente está tendo menor internação, menos demanda, o que é muito bom, significa que o feriado deu resultado, as pessoas entenderam a gravidade do momento. A gente começa a ter indicadores de saúde mostrando a queda do número de pacientes. Mantendo a melhora, acredito que a gente não vá ter que implementar essas medidas."

Maior crematório do país recebe contêineres para mortos por covid

O crematório da Vila Alpina, localizado na zona leste de São Paulo, tinha fila de familiares para cremar corpos de vítimas da covid-19. A unidade recebeu contêineres que serão usados para refrigerar os corpos que aguardam em um depósito antes de irem ao forno.

O Crematório Municipal Dr. Jayme Augusto Lopes, conhecido por Vila Alpina, é o maior do país e fica dentro do cemitério São Pedro.

O Brasil já ultrapassou 331 mil mortos e se aproxima dos 13 milhões de infectados pela covid-19, de acordo com dados obtidos pelo consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte. Os números se baseiam em informações fornecidas pelas secretarias estaduais de saúde.

Coronavírus