PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
6 meses

Cedae anuncia desligamento temporário do Guandu e deve faltar água no Rio

Ponto de captação de águas na ETA do Rio Guandu na Baixada Fluminense (Rio) - Divulgação/Comitê Guandu
Ponto de captação de águas na ETA do Rio Guandu na Baixada Fluminense (Rio) Imagem: Divulgação/Comitê Guandu

Colaboração para o UOL

06/04/2021 09h07Atualizada em 06/04/2021 11h09

A Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro) anunciou que desligará a Estação de Tratamento do Guandu às 19h de hoje. A companhia colocará em prática um novo sistema de bombeamento em uma tentativa de acabar com a geosmina — composto que traz cheiro e gosto de terra na água encanada.

Por causa do desligamento temporário, pode faltar água em alguns municípios da Região Metropolitana do Rio de Janeiro amanhã. Alguns bairros devem ter o abastecimento normalizado apenas depois de 48 horas, na sexta (9).

Com a manobra, que durará cerca de 12 horas, a Cedae espera conter a proliferação de algas produtoras da substância que traz cheiro e gosto para a água encanada — reclamação recorrente dos moradores do Rio desde o início de 2020.

A companhia lembra, no entanto, que a solução definitiva para o problema deve vir com a obra de proteção da tomada de água de ETA Guandu, que tem licitação marcada para 1º de junho. A obra, investimento de aproximadamente R$ 132 milhões, tem duração prevista de 24 meses.

Cotidiano