PUBLICIDADE
Topo

Caso Henry: delegado Antenor Lopes será entrevistado ao vivo hoje, às 14h

UOL Entrevista com Antenor Martins (13.04.21) - Arte/UOL
UOL Entrevista com Antenor Martins (13.04.21) Imagem: Arte/UOL

Do UOL, no Rio

13/04/2021 04h00

O UOL Entrevista conversa ao vivo às 14h desta terça-feira (13) com o delegado Antenor Lopes Martins, diretor do DGPC (Departamento Geral de Polícia da Capital), que coordena as investigações do Caso Henry. A entrevista, conduzida pelos repórteres Herculano Barreto Filho e Luís Adorno, será transmitida pela home do UOL e pelos canais do UOL no YouTube, Facebook e Twitter.

O vereador Dr. Jairinho e a professora Monique Medeiros, padrasto e mãe da criança, foram presos na quinta-feira (8) por suspeita de atrapalhar as investigações e ameaçar testemunhas. Eles são investigados por envolvimento no assassinato.

O menino sofreu 23 lesões pelo corpo, de acordo com os laudos do IML (Instituto Médico Legal) e da reprodução simulada feita no apartamento na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, onde o garoto sofreu as agressões.

Entre elas, escoriações, hematomas, hemorragias em três partes da cabeça, infiltrações, contusões nos rins, pulmão e laceração no fígado. A causa da morte foi hemorragia interna e laceração hepática causada por uma ação contundente, como apontado pelo laudo da necropsia.

Peritos descartaram a possibilidade de acidente doméstico com a suposta queda de Henry da cama, versão contada pelo parlamentar e pela mãe do menino. Segundo o documento de 36 páginas e assinado por oito peritos criminais, todas as lesões foram "produzidas mediante ação violenta [homicídio]" e aconteceram entre 23h30 e 03h30 de 8 de março.