PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Polícia indicia empresário que vivia há 14 anos com identidade falsa no AP

Empresário natural da Bahia falsificou documento no Pará e foi indiciado por falsidade ideológica - Meridith Kohut/The New York Times
Empresário natural da Bahia falsificou documento no Pará e foi indiciado por falsidade ideológica Imagem: Meridith Kohut/The New York Times

Do UOL, em São Paulo

08/05/2021 15h11

Um empresário baiano de 53 anos foi indiciado em Macapá pelo crime de falsidade ideológica por usar uma identidade francesa falsa há 14 anos.

Segundo informações da Polícia Civil do Estado do Amapá, responsável pela investigação, o suspeito teria falsificado um documento na cidade de Bujaru (PA) e solicitado a cidadania na República Francesa (Guiana Francesa).

Desde 2007, ou seja, há 14 anos, o empresário utilizava um nome falso no Amapá e na Guiana Francesa para realizar negócios nos dois países. A polícia ainda investigava o tipo de movimentação feita pelo empresário, que não teve a identidade revelada,

O indiciamento foi feito com base no princípio da extraterritorialidade da lei penal brasileira, previsto no artigo 7º do Código Penal, segundo o qual o Estado Brasileiro tem o interesse de reprimir o nacional que pratica crime no exterior e neste local não é processado. O inquérito policial foi encaminhado à Justiça.

Cotidiano