PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

SP: Protesto na Avenida Paulista pede justiça por vítimas do Jacarezinho

Sara Baptista

Do UOL, em São Paulo

08/05/2021 20h15

Manifestantes se reuniram no fim da tarde de hoje na Avenida Paulista, em São Paulo, para fazer um protesto em repúdio à operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro na favela do Jacarezinho, que deixou ao menos 29 pessoas mortas.

Os manifestantes se encontraram no vão livre do Masp (Museu de Arte de São Paulo), onde acenderam velas em homenagem às vítimas da chacina e chegaram a ocupar um dos lados da avenida.

No protesto, faixas pediam justiça, o fim da polícia militar e traziam mensagens como "contra o genocídio" e "vidas negras importam".

Segundo Arnobio Rocha, advogado da Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), a manifestação aconteceu de forma pacífica, mas duas pessoas foram detidas no final por suposto desacato. Os dois jovens, maiores de idade, foram levados para o 78º Distrito Policial e preferiram não se identificar para a reportagem.

Sociedade civil pede explicações

O PSB (Partido Socialista Brasileiro) e entidades como Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro e Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) pediram ao STF (Supremo Tribunal Federal) a intimação do governador do Rio e dos secretários das polícias Civil e Militar do estado para que prestem explicações sobre a ação policial.

Um grupo da sociedade civil do Observatório de Direitos Humanos do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), do qual fazem parte Daniela Mercury e Wagner Moura, também cobra explicações.

Cotidiano