PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Empresária tem pulmão perfurado em sessão de acupuntura: 'Muita dor'

Jéssika Germiniani sentiu muitas dores após a sessão de acupuntura  - Reprodução/Instagram
Jéssika Germiniani sentiu muitas dores após a sessão de acupuntura Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

14/10/2021 13h50Atualizada em 14/10/2021 15h26

A empresária Jéssika Germiniani, de 26 anos, teve o pulmão perfurado em uma sessão de acupuntura em Sorriso, em Mato Grosso. Ao UOL, ela contou que foi até uma massagista para resolver uma dor no pescoço na segunda-feira (11), quando a profissional sugeriu que ela também fizesse uma sessão de acupuntura.

"Ela comentou comigo que estava tendo bons resultados e perguntou se eu queria testar. Na hora, eu fiquei meio receosa... Não gosto muito de agulhas, mas ela falou que seria muito bom e que iria me ajudar", disse a empresária. A dor, entretanto, foi imediata.

Comentei que estava com dor, com dificuldade de respirar, mas ela falou que fazia parte do procedimento.

Jéssika voltou para casa com falta de ar e não conseguia deitar na cama. A empresária telefonou para uma fisioterapeuta, com quem já se consultava e já havia realizado uma sessão de acupuntura antes para saber se havia alguma possibilidade dela ter sido lesionada durante a sessão. "Ela falou que sim porque eu sou bem magra, quase sem gordura, e me recomendou ir ao hospital."

Ao chegar na unidade de atendimento, Jéssika conta que a enfermeira ficou surpresa com a hipótese, que foi confirmada pelos exames médicos.

Fizeram uma tomografia e já deu que o pulmão estava comprimido e que eu precisaria passar por uma cirurgia de emergência para a colocada do dreno. Num primeiro momento, achei que seria algo rápido, mas eu ainda estou internada, com bastante dor. O dreno fica entre a costela, não consigo dormir bem, está muito difícil

Ela deve passar por novos exames ainda hoje para saber se pode permanecer sem o auxiliador.

É uma situação grave, se a pessoa não vem para o hospital na hora. Como eu vim imediatamente, a cirurgia é simples, abre, coloca o dreno e retira o ar. O problema é se você não vem e fica insistindo que é uma dor por conta dos nervos, como foi me falado. O caso seria grave se não procurar ajuda porque você pode parar de respirar

A empresária conta que entrou em contato com a massagista após o ocorrido e que ela ficou "desesperada" porque atua na área há 24 anos. "Ela ficou bem preocupada, mas eu ainda não estou falando com ninguém, pois estou em estado de choque", diz ela, sobre fazer uma denúncia formal. Jéssika preferiu não identificar a profissional e o local onde passou pela sessão.

Irmã em choque

A irmã de Jéssika, Ana Bampi, relatou ao UOL que ficou sabendo da notícia somente após a cirurgia."Foi um choque. Fiquei bem nervosa porque o desfecho dessa história poderia não ser esse, graças a Deus ela foi para o médico, graças a Deus que minha mãe estava lá para acompanhar e cuidar dela, e deu tudo certo."

Atualmente, a acupuntura integra as Práticas Integrativas e Complementares do Ministério da Saúde. A terapia faz parte da medicina tradicional chinesa e, para realizar quaisquer práticas relacionadas, é necessário que o profissional passe por uma formação, determinação sugerida pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Cotidiano