PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Menina agarra e 'protege' rato de gato e viraliza: 'Ela quer ser protetora'

Criança tentou salvar bicho da boca do gato de estimação - Reprodução/TikTok
Criança tentou salvar bicho da boca do gato de estimação Imagem: Reprodução/TikTok

Do UOL, em São Paulo

08/12/2021 17h32Atualizada em 08/12/2021 17h32

Uma criança de 4 anos chamou atenção no TikTok ao chorar pela morte de um pequeno rato em Fortaleza. Julia, que é moradora da Granja Lisboa, encontrou o animal na boca do gato de estimação e, numa ação de desespero, tentou salvar a criatura, protegendo-a com as mãos, sem querer soltar. Já era tarde demais, mas, cuidadosa, a criança nem percebeu.

O vídeo, publicado no dia 22 de novembro pela tia, Crislandia Alves Santos, de 24 anos, teve mais de 1,4 milhão de visualizações e 1,3 mil curtidas na rede social. Ao UOL, ela contou que a sobrinha estava com medo de "devolver" o bicho e o gato atacá-lo novamente.

Foi um dia que eu estava tomando café da tarde com a mãe dela. Meu filho, de 5 anos, apareceu e disse: 'a menina e o rato'. A gente pensou que era coisa de criança, mas depois ele explicou que a Julia estava com o bicho na mão. Fomos lá correndo ver o que tinha acontecido.
Crislandia Alves

Segundo ela, o gato havia capturado o roedor, ao qual ela se refere como "catita" no vídeo, e desaparecido debaixo da cama. A sobrinha, por sua vez, correu atrás e tentou salvá-lo, mas o animal já estava morto. "Ela não pode ver animal nenhum, porque adora todos. Ela tem um gato desde novinho, desde que nasceu ela é grudada. Ela vê uma formiga e fala: 'olha, que bonitinha!' e quer até criar a formiga em casa", conta a tia.

O vídeo foi inicialmente gravado para ser enviado para a avó de Julia. "Queria mostrar para ela como a neta é capaz de fazer tudo para proteger os bichos", conta Crislandia. No entanto, a tia decidiu publicar nas redes sociais e as imagens rapidamente viralizaram. "Eu nem esperava". Apesar dos comentários positivos em relação à inocência da garota, a tia conta que recebeu algumas críticas. Dias depois, ela publicou um novo vídeo em que explicava a situação.

"Naquele momento que eu não tomei o rato é porque eu sou muito medrosa. Eu não tenho coragem. Eu estava rindo não era porque estava achando engraçado, e sim por nervoso. Quando eu vejo alguma situação que me causa nervosismo, eu começo a rir", explicou. "Foi a primeira vez, nós fomos pegas de surpresa".

O contato com ratos deve ser evitado pois pode provocar problemas de saúde, que vão desde dermatites (irritações na pele) até quadros como leptospirose.

Ao UOL, a tia ainda garantiu que a sobrinha está bem e que, após a cena, a mãe deu banho e explicou para a filha o porquê de ela não poder pegar estes animais na mão. "Ela entendeu tudo", diz a tia. "Mas ela sempre diz que quando crescer quer ser protetora dos animais."

Cotidiano