PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
6 meses

Mega da Virada: há formas comprovadas de ganhar o prêmio; confira como

Gabriel Toueg

Colaboração ao UOL, de São Paulo

29/12/2021 04h00Atualizada em 29/12/2021 13h07

Aos que pretendem apostar na Mega da Virada, uma boa notícia: existe uma forma simples de ganhar o desejado prêmio — até o momento, estimado em R$ 350 milhões pela Caixa. É simples, mas não é nada barata (e tem um porém — leia mais abaixo).

A fórmula é a seguinte: ao fazer todas as combinações possíveis do jogo, alguma delas certamente vai sair vencedora. Isso significa que o apostador terá de fazer algo entre 10 mil e mais de 50 milhões de apostas diferentes. E o valor total da jogada vai variar de acordo com a quantidade de dezenas que você decidir apostar.

Seis dezenas de cada vez

Para fazer a aposta mais comum, aquela em que são escolhidos seis entre 60 números disponíveis, é preciso desembolsar quase R$ 225,3 milhões. Esse é o valor necessário para as 50.063.860 apostas que seriam realizadas, a um custo unitário de R$ 4,50 — valor mínimo para apostas na Mega da Virada em 2021.

Essas mais de 50 milhões de apostas são as combinações possíveis de dezenas, considerando todos os 60. O número é alcançado usando análise combinatória e foi calculado a pedido do UOL pela estatística Alessandra Montini, professora da FEA-USP e colunista de Tilt.

E tem mais: além de levar a medalha de ouro da Mega da Virada, o prêmio maior, o apostador ainda ficaria com a prata. Afinal, receberia também o prêmio pago a quem faz a quina (já que acertaria cinco dos seis dezenas com 324 das suas mais de 50 milhões de apostas), e com o bronze, a quadra (acertando quatro dos seis números sorteados).

Aposta cara e mais ágil

Além de ter de desembolsar uma enorme quantia, esse esquema certeiro para levar o prêmio da Mega Sena é bastante trabalhoso, uma vez que são necessárias milhões de apostas.

Por isso, se o apostador está decidido a ganhar de uma vez por todas, pode optar por investir um pouco mais: R$ 225.292.567,50. Um total de R$ 5,2 mil a mais do que a estratégia anterior.

Assim, é possível ter pouco menos de trabalho: apostando com 15 dezenas — máximo permitido —, o apostador terá de fazer 10.003 jogos e um deles sairá premiado. Neste caso, o valor unitário da aposta sobe para R$ 22.522,50, segundo os dados informados no site da Caixa. Quanto mais dezenas, mais caro é o jogo, mas menos apostas são necessárias.

Quanto apostar para levar o prêmio?

Saiba quanto apostar em cada uma das modalidades possíveis, considerando os valores de apostas divulgados pela Caixa para 2021 e a análise combinatória de cada caso:

  • 6 dezenas a R$ 4,50: 50.063.860 de apostas - valor total: R$ 225.287.370
  • 7 dezenas a R$ 31,50: 7.151.980 de apostas - valor total: R$ 225.287.370
  • 8 dezenas a R$ 126: 1.787.995 de apostas - valor total: R$ 225.287.370
  • 9 dezenas a R$ 378: 595.999 apostas - valor total: R$ 225.287.622
  • 10 dezenas a R$ 945: 238.400 apostas - valor total: R$ 225.288.000
  • 11 dezenas a R$ 2.079: 108.364 apostas - valor total: R$ 225.288.756
  • 12 dezenas a R$ 4.158: 54.182 apostas - valor total: R$ 225.288.756
  • 13 dezenas a R$ 7.722: 29.175 apostas - valor total: R$ 225.289.350
  • 14 dezenas a R$ 13.513,50: 16.672 apostas - valor total: R$ 225.297.072
  • 15 dezenas a R$ 22.522,50: 10.003 apostas - valor total: R$ 225.292.567,50

Em todos os casos possíveis de apostas, entre 6 e 15 dezenas marcadas, o rendimento pode valer a pena. Considerando um prêmio estimado inicialmente em R$ 350 milhões, o apostador ganharia cerca de 55% a mais do que investiu. No ano passado, a diferença entre o valor apostado num cenário assim e o retorno era de pouco mais de 28%.

Vale destacar que com este volume de apostas, o vencedor pode levar ainda mais dinheiro, já que a quantia arrecadada com os jogos impacta no valor final do prêmio. A Caixa destina 43,35% da arrecadação com as apostas para o prêmio bruto da Mega-Sena. Esta fatia passa por uma tributação de 30% na fonte, e o prêmio estimado já é o valor líquido.

Com isso, uma aposta de R$ 225,2 milhões levaria à destinação de R$ 97,6 milhões para a premiação bruta. Após a tributação de 30%, o prêmio líquido aumentaria em R$ 68,3 milhões.

Nem tudo são flores

Existe um "porém": provavelmente o apostador precisará dividir o prêmio. Segundo o histórico divulgado pela Caixa, o valor anual da Mega da Virada nunca foi embolsado por uma só pessoa.

Na verdade, o valor já foi dividido entre duas pessoas (no ano passado, por exemplo, quando cada um levou R$ 162,6 milhões) e até entre 52 ganhadores (em 2018, quando cada sorteado ficou com pouco mais de R$ 5,8 milhões).

Na média dos últimos 12 anos, desde 2009, quando foi criado o jogo que faz o ano de alguns brasileiros começar mais tranquilo, foram nove apostadores vencedores por ano.

Isso significa que, se a tradição se mantiver, o apostador terá que compartilhar o prêmio. E, a depender do montante final do prêmio, o valor na conta pode ser menor que o investimento inicial.

Tendo como exemplo o prêmio de R$ 350 milhões e a média de nove vencedores por ano, cada um deles ficaria com aproximadamente R$ 38,8 milhões. Na pior hipótese, mantendo os cenários dos últimos anos, o ganhador dividiria o valor com outros 51 sortudos, levando para casa cerca de R$ 6,8 milhões. Se dividir com apenas mais uma pessoa, seriam R$ 175 milhões — o que ainda representaria uma perda para quem investiu mais de R$ 225 milhões.

Cotidiano