PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
7 meses

Deslizamento em Ouro Preto (MG): Casa histórica foi perdida, diz prefeito

Do UOL, em São Paulo

13/01/2022 11h48Atualizada em 13/01/2022 12h53

O prefeito de Ouro Preto (MG), Angelo Oswaldo (PV), disse, em entrevista ao UOL News, que o momento é "trágico", após o deslizamento de terra ocorrido hoje de manhã no Morro da Forca, localizado no centro histórico da cidade. Segundo ele, uma casa, "talvez a primeira em estilo neocolonial" construída na cidade, foi atingida. Não há registro de vítimas.

Oswaldo lembrou que os dois imóveis atingidos foram interditados há alguns anos justamente porque já havia previsão de que poderia haver desmoronamentos.

"Um bloco da encosta desceu. O maciço continua lá, inteiro, mas desceu a encosta e destruiu duas casas que já estavam há 10 anos interditadas, exatamente porque havia previsão de que, de uma hora para outra, poderia haver esse desmoronamento", explicou.

"Perdemos uma casa de 1906, talvez a primeira de Ouro Preto em estilo neocolonial, e uma construção mais recente, que tinha fins comerciais. Infelizmente, essas duas [construções] desapareceram, mas não houve vítimas, porque a Defesa Civil já estava bastante atenta desde anteontem, quando já havia interditado a área para circulação de pedestres", acrescentou ele.

Oswaldo destacou que a cidade tem muitos riscos geológicos e que tem chovido muito na região. "Fui obrigado a decretar estado de emergência e, depois, estado de calamidade pública."

O município de Ouro Preto é um dos 341 em situação de emergência após as fortes chuvas que atingiram Minas Gerais nos últimos dias. De acordo com a Defesa Civil, dois imóveis tiveram a estrutura comprometida e as saídas foram isoladas em 500 metros nos dois sentidos.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, moradores e trabalhadores nas proximidades do local do incidente foram evacuados preventivamente porque ainda há uma instabilidade do talude. "Se houver outro desmoronamento, há a possibilidade de um hotel e um restaurante serem atingidos", afirma a corporação.

De acordo com a Guarda Municipal de Ouro Preto, o incidente ocorreu por volta das 9h10 e o prédio, interditado desde 2012, armazenava materiais de tecnologia da informação da administração municipal. A área atingida em frente aos imóveis atingidos já estava isolada, após uma denúncia de popular de que havia deslocamento de um pequeno punhado de terra no entorno do local, localizado em encosta logo abaixo do heliporto da cidade.

Cotidiano