PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Motorista de aplicativo pula de carro após ser abusada por passageiro no DF

Caso é investigado como roubo a transporte alternativo e estupro pela 27ª DP do Distrito Federal - Vinicius de Melo / Agência Brasília
Caso é investigado como roubo a transporte alternativo e estupro pela 27ª DP do Distrito Federal Imagem: Vinicius de Melo / Agência Brasília

Do UOL, em São Paulo

27/06/2022 17h38Atualizada em 27/06/2022 17h38

Uma motorista de aplicativo precisou pular de um carro em movimento para fugir de um passageiro após ser violentada sexualmente por ele na região administrativa de Riacho Fundo II (DF). Ele foi detido por moradores no local e acabou preso em flagrante.

O caso ocorreu na noite da sexta-feira (24). Segundo a vítima, ela buscou o passageiro na região do Gama e ele anunciou um assalto pouco após entrar no veículo, pulando para o banco da frente e pedindo dinheiro.

Segundo ela, o homem pediu que ela entrasse em uma rua escura, ao lado de um matagal, tirou a chave da ignição, e cometeu o estupro no local. Depois disso, ele tomou o volante e dirigiu em direção à região do Riacho Fundo II.

Ao perceber que passava por uma rua residencial com pessoas conversando do lado de fora das casas, a mulher pulou do veículo e pediu ajuda. "Comecei a gritar muito alto, socorro, e os moradores da rua chegaram", afirmou em entrevista à TV Bandeirantes.

O suspeito foi contido por populares até a chegada da polícia. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, a ocorrência foi registrada como roubo a transporte alternativo e estupro na 27ª DP, que investiga o caso.

Cotidiano