PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

'Papai matou mamãe': criança de 4 anos chama vizinhos após mãe ser morta

Mulher foi encontrada morta em casa, na cidade de Viana (ES), após alerta dado pelo filho - Reprodução/Google Street View
Mulher foi encontrada morta em casa, na cidade de Viana (ES), após alerta dado pelo filho Imagem: Reprodução/Google Street View

Matheus Brum

Colaboração para o UOL, em Vitória

05/07/2022 13h13Atualizada em 06/07/2022 00h45

Uma dona de casa de 23 anos foi encontrada morta, dentro de casa, na manhã de hoje, em Viana, na Grande Vitória (ES). A PM só encontrou o corpo da vítima porque, logo cedo, o filho da vítima, de quatro anos, estava andando sozinho pela rua dizendo "papai matou mamãe", após pular o muro de casa para pedir ajuda.

Após verem a criança, alguns vizinhos foram até a residência. Ao entrar, encontraram a vítima morta, com diversas perfurações de faca. A suposta arma do crime estava ao lado do corpo. Na casa havia uma outra criança de dois anos, dormindo, que os vizinhos disseram à reportagem do UOL ser criada pela vítima — que não foi identificada, devido ao caso envolver crianças.

Em conversa com moradores da região, a reportagem apurou que na noite de ontem, vizinhos ouviram muitos gritos vindos do casal, vindos da casa da vítima. No entanto, nenhum deles chamou a Polícia Militar.

"As brigas eram constantes. Quase todo dia a gente ouvia briga. Só que ela sempre voltava com o homem", relatou uma vizinha, que preferiu não ser identificada.

"Alguns moradores chegaram a sair da casa para ver se algo mais grave estava acontecendo. Isso por volta de onze horas da noite. Só que as luzes da casa estavam apagadas e a gritaria parou", contou outro morador, que também prefere não ter a identidade revelada.

Durante a manhã desta terça-feira, a perícia da Polícia Civil esteve no local, junto com agentes da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher.

As duas crianças foram levadas pelo Conselho Tutelar de Viana.

Suspeito do crime está foragido

Um policial civil que participou da perícia informou ao UOL que o corpo da vítima foi encontrado no quarto do casal. E que ao redor, além da uma faca, também foram recolhidas diversas roupas sujas de sangue.

A suspeita é de que pai das crianças seja o autor do feminicídio e que ele tenha tomado banho, trocado de roupa e fugido na sequência.

Em nota, a Polícia Civil disse que o caso está sendo investigado e que "detalhes não serão divulgados, por enquanto".

A corporação capixaba pediu ajuda dos moradores para que o suspeito seja encontrado.

"A população tem um papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181, que também possui um site (disquedenuncia181.es.gov.br) onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas", informou a Polícia Civil, destacando que o anonimato é garantido.

Cotidiano