Conteúdo publicado há 3 meses

Mulher é vítima de importunação sexual dentro de trem da CPTM em São Paulo

Um homem de 45 anos foi preso em flagrante por importunação sexual, na noite de ontem, dentro da estação Brás da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), região central de São Paulo.

O que aconteceu

Uma mulher de 37 anos acionou agentes na estação depois que um homem começou a se masturbar na frente dos passageiros.

Câmeras de segurança do vagão flagraram a ação e o homem foi detido em flagrante, segundo a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo).

A mulher foi atendida por agentes de segurança e recebida no Espaço Acolher, destinado a vítimas de violência. O homem foi preso após ser levado à 1ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) do Centro.

Em nota, a CPTM disse lamentar o ocorrido e informou que a companhia realiza ações e campanhas de conscientização aos passageiros e treinamentos para os colaboradores, em prevenção e combate a crimes de importunação sexual.

Entre janeiro e outubro deste ano, a CPTM registrou 79 casos de importunação sexual em seus trens e estações, sendo que 67 deles (85% do total) foram atendidos no Espaço Acolher. Do número total, 72 infratores foram encaminhados à autoridade policial.

Em caso de violência, denuncie

Ao presenciar um episódio de agressão contra mulheres, ligue para 190 e denuncie.

Casos de violência doméstica são, na maior parte das vezes, cometidos por parceiros ou ex-companheiros das mulheres, mas a Lei Maria da Penha também pode ser aplicada em agressões cometidas por familiares.

Continua após a publicidade

Também é possível realizar denúncias pelo número 180 — Central de Atendimento à Mulher — e do Disque 100, que apura violações aos direitos humanos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes