'Superjipe' anfíbio: como é o blindado enviado à fronteira com a Venezuela

Diante da tensão na fronteira entre Venezuela e Guiana, que protagonizam uma disputa territorial pela região do Essequibo, o Exército brasileiro enviou 20 blindados a Pacaraima, em Roraima.

Os veículos são do modelo LMV-BR, também chamado de Guaicuru. Eles devem sair de unidades no Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul, onde ficam armazenados. O tempo estimado de transporte é de cerca de um mês.

Como é o blindado enviado à fronteira?

O LMV-BR entrou oficialmente para a frota do Exército brasileiro em 2022. Produzido pela Iveco Defence Vehicles, divisão militar da fabricante italiana, o veículo blindado multitarefas com tração 4x4 foi comprado em 2019 e teve a entrega de 32 exemplares concluída em 2022.Cada unidade teve o custo de R$ 1,5 milhão.

Segundo o Ministério da Defesa, a montagem dos veículos LMV-BR aconteceu em Minas Gerais. A parceria do Brasil com a Iveco começou em 2007 e foi consolidada em 2013, com a inauguração da primeira fábrica da empresa fora da Europa.

Blindado pesa cerca de oito toneladas, tem 4,86 m de comprimento e 2,20 m de largura. Utilizado por países europeus como Espanha, Inglaterra e Itália em missões no Afeganistão, Líbano e outras regiões, o LMV-BR é considerado leve para um veículo militar e pesado para um automóvel.

A velocidade máxima na pista on e off road foi limitada pela montadora a 90 km/h, mas o veículo pode chegar aos 140 km/h. A direção hidráulica e a suspensão reforçada também são dois pontos de destaque no blindado.

LMV-BR, da Iveco, é usado pelo Exército brasileiro
LMV-BR, da Iveco, é usado pelo Exército brasileiro Imagem: Divulgação

Sua força vem do motor 3.0 turbodiesel de 220 cv, gerenciado pela transmissão automática de oito velocidades, enquanto a suspensão é independente em todas as rodas para se manter sempre apoiado no piso —mesmo em superfícies cheias de buracos e valetas.

Dotado de tração permanente nas quatro rodas, o veículo tem pneus capazes de rodar mesmo furados. O carro também vira anfíbio, porque passa em terrenos com água em até um metro e meio de altura.

Continua após a publicidade

A blindagem na carroceria torna o veículo capaz de resistir a tiros de calibre 7,62. O LMV-BR também conta com proteção contra explosões na parte inferior, incluindo o tanque de combustível, revestido de espuma especial.

Considerado o "super jipe" da Iveco, o blindado tem capacidade para transportar até cinco ocupantes, incluindo o motorista, que precisam se comunicar por meio de intercomunicadores por conta do elevado ruído a bordo.

*Com informações do Estadão Conteúdo e reportagens publicadas em 26/09/2019 e 14/04/2022

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes