Conteúdo publicado há 2 meses

Suspeito de matar argentina já foi condenado por estupro de adolescente

O suspeito de matar a facadas argentina Florencia Aranguren, de 31 anos, já foi condenado por roubo e estupro em Pernambuco.

O que aconteceu

Consta nos autos que Carlos José França, 32, roubou e estuprou uma adolescente de 15 anos. O crime teria acontecido no dia 11 de março de 2009, no município de Quipapá, na zona da mata de Pernambuco.

Na ocasião, ele ameaçou a vítima com uma arma de fogo. Ela voltava de um ensaio na escola e estava acompanhada de duas amigas quando foi abordada pelo homem.

Carlos José França exigiu dinheiro e o celular da adolescente. Em depoimento à Justiça, ela contou que não tinha dinheiro e só entregou o celular.

Insatisfeito, o homem a levou para uma região abandonada, onde praticou o estupro.

Em 2014, ele foi condenado pela Justiça de Pernambuco a 20 anos, 6 meses e 15 dias de reclusão, inicialmente em regime fechado. O Tribunal de Justiça de Pernambuco não informou se a pena foi convertida em regime semiaberto.

O homem também tem passagens por furto e lesão corporal, no Rio de Janeiro.

Argentina foi morta a facadas

Florencia estava acompanhada do cachorro de estimação quando foi morta
Florencia estava acompanhada do cachorro de estimação quando foi morta Imagem: Reprodução/Facebook
Continua após a publicidade

O corpo de Florencia foi encontrado na quarta-feira (6), após uma denúncia anônima, segundo a prefeitura da cidade. A jovem argentina foi morta a facadas e pauladas, disse o secretário da Segurança Pública do município, Sergio Ferreira, em entrevista ao perfil Folha de Búzios, no Facebook.

Ela estava fazendo uma trilha em direção à praia de José Gonçalves com o cachorro no momento do crime. O animal, que permaneceu com a tutora, começou a latir, o que atraiu a atenção dos vizinhos, conforme relatado pelo programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes.

Imagens de câmeras de segurança mostram a vítima às 7h05 caminhando com o seu cachorro, em uma estrada no bairro José Gonçalves. Cerca de 23 minutos depois, um homem é visto passando pelo mesmo local de bicicleta.

Ela estava morando em Búzios há três dias, segundo a família contou à TV Globo.

A Polícia Militar foi ao local do crime e começou as buscas, resultando na captura do suspeito. Quando o homem foi levado para perto do cachorro, o animal reagiu, tentando atacá-lo.

A perícia foi acionada e o suspeito foi preso em flagrante por homicídio.

Continua após a publicidade

A Polícia Civil informou que a 127ª DP (Armação de Búzios) iniciou as investigações assim que foi comunicada do caso. Testemunhas foram ouvidas e câmeras de segurança foram solicitadas.

A Prefeitura de Búzios diz estar "colaborando integralmente com as autoridades para obter mais informações sobre este trágico crime", e afirma que a Polícia Civil conduz as investigações para esclarecer os fatos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora