Conteúdo publicado há 5 meses

Brazão diz que não conhecia Marielle nem Anderson

Domingos Brazão disse que não conhecia Marielle Franco nem Anderson Gomes e negou qualquer envolvimento na morte dos dois.

Não conhecia e não me lembro da vereadora Marielle Franco, nem como assessora do [Marcelo] Freixo. Não me lembro da presença dela no plenário. Infelizmente, ouvi falar muito dela quando aconteceu essa trágica ocorrência com ela e com o Anderson. Eu não tinha relação pessoal com eles. Domingos Brazão, conselheiro do TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio)

Brazão reiterou que também não conhecia os ex-PMs Élcio Queiroz e Ronnie Lessa, acusados de terem matado Marielle e Anderson.

Em relação a esses personagens que estão aparecendo aí, tanto o Élcio como Ronnie Lessa, também não os conhecia. Já não estava mais na atividade política de rua. Não posso nem garantir se de fato existe algum tipo de delação que possa envolver meu nome. Jamais tive acesso [aos inquéritos]. Domingos Brazão, conselheiro do TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio).

Brazão foi entrevistado no UOL News da manhã desta quarta (24).

O que aconteceu?

Lessa teria citado o nome de Brazão à Polícia Federal como sendo o mandante do crime, de acordo com o site The Intercept Brasil. O conselheiro do TCE-RJ disse que não teve acesso às informações.

Ontem, a Polícia Federal fez uma nota oficial dizendo que isso não procede. Não tive acesso e acredito que isso [Lessa ter citado o nome de Brazão] não seja verdade. Caso seja, a PF estará diante de outro crime, que é a pretensão desse cidadão, desse marginal, de querer proteger alguém ou receber alguns benefícios.

Não tenho envolvimento com a morte da Marielle. Passaram mais de cinco delegados e não posso imaginar que todas essas pessoas estejam arriscando suas carreiras para me proteger. A Polícia Federal e a Civil têm a responsabilidade de dar essa resposta a todos nós, especialmente para a família da Marielle. Se houver um mandante, eles vão chegar nele. Não tenho dúvidas disso. Domingos Brazão, conselheiro do TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio)

Continua após a publicidade

Conselheiro diz que vai buscar reparação

Brazão afirmou que "buscará reparações à altura" contra a ex-procuradora-geral da República Raquel Dodge, que declarou "ver indícios de autoria intelectual" de Brazão nos assassinatos de Marielle e Anderson.

Não tomei nenhuma medida porque o caso não foi fechado. Vou buscar o foro pertinente às reparações à altura. É um direito meu como cidadão. Vamos analisar tudo aquilo que seja passível de reparação. Domingos Brazão, conselheiro do TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio)

Advogado de Lessa: 'Jamais falamos sobre delação"

Nunca houve qualquer conversa com Ronnie Lessa sobre delação no caso Marielle Franco, afirmou Bruno Castro, advogado do ex-PM. Questionado sobre a notícia de que Lessa negocia delação premiada com a Polícia Federal, Castro disse que ainda não conseguiu conversar com o ex-PM por conta dos trâmites burocráticos.

Continua após a publicidade

Nesses cinco anos em que acompanho o caso, jamais houve qualquer conversa minha com meu cliente sobre delação. Lá começo, deixei muito claro para a família que meu escritório, por uma questão de ideologia jurídica, não faz delação premiada. Como Ronnie sempre afirmou que não havia sido ele, esse assunto de delação jamais surgiu. Pelo menos comigo, não. Bruno Castro, advogado de Ronnie Lessa

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Veja a íntegra do programa:

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Deixe seu comentário

Só para assinantes