Conteúdo publicado há 1 mês

Mulher morre após sofrer queimaduras ao fritar ovo no interior de SP

Uma mulher de 33 anos morreu na segunda-feira (26) em razão de um acidente doméstico ocorrido enquanto ela fritava um ovo. Ela chegou a ficar internada por 10 dias em Limeira (SP), mas não resistiu aos ferimentos.

O que aconteceu

Acidente ocorreu durante preparo de ovo frito. Na ocasião, Elisângela Oliveira chegou do trabalho e decidiu fritar um ovo para comer em casa, em Rio Claro, no interior paulista. Então, durante o preparo do alimento, a mulher, sem querer, jogou um copo de água na panela que estava com óleo quente, fazendo com que as chamas subissem e a atingissem. As informações do caso foram repassadas às autoridades pelo marido da vítima, de 38 anos, segundo a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo).

Elisângela foi socorrida e levada à Santa Casa de Limeira. A mulher ficou internada por 10 dias e morreu após complicações em decorrência de uma parada cardiorrespiratória na noite de domingo (25), que debilitou ainda mais o quadro de saúde. Ela não resistiu e morreu no dia seguinte.

Mulher sofreu graves queimaduras. Elisângela teve aproximadamente 17% do corpo queimado. As queimaduras ocorreram principalmente nas regiões do peito e queixo.

Família pediu doações. Uma postagem compartilhada pelo marido de Elisângela nas redes sociais aponta que a mulher teve queimaduras de terceiro grau e tinha a expectativa de passar por cirurgia. Por isso, os familiares divulgaram uma chave Pix para arcar com os custos altos da cirurgia e tratamento.

O caso foi registrado como morte acidental. A ocorrência foi registrada no Plantão da Delegacia Seccional de Limeira. Foi solicitado exame necroscópico no corpo da vítima.

Elisângela deixa marido e a filha de um ano. Informações sobre o seu velório e sepultamento não foram divulgados.

Acidentes domésticos com óleo quente

Muitos acidentes domésticos envolvem panelas com óleo quente. Em entrevista à BBC Brasil em 2020, o então tenente Marcos Palumbo, do Corpo de Bombeiros de São Paulo, explicou que muitas pessoas deixam o óleo esquentar muito na panela e jogam algum produto com água na composição (como batatas, peixe e cebola) na sequência, o que provoca as fortes chamas.

Continua após a publicidade

"O óleo e a água não se misturam. Quando você joga água dentro do óleo, ela afunda, mas está tão quente que ela evapora imediatamente e sobe de novo jogando para cima partículas de óleo. Isso pode causar chamas de até dois metros de altura em cima do fogão", explicou o tenente.

Deixe seu comentário

Só para assinantes