Conteúdo publicado há 1 mês

Suspeitos de chacina que matou 6 ciganos na Bahia são presos

Três suspeitos do envolvimento na chacina de uma família cigana na Bahia foram presos.

O que aconteceu

As prisões ocorreram na manhã de hoje, durante a Operação Hera, da Polícia Civil. Mandados foram cumpridos em Alagoinhas, Camaçari, Maetinga e Feira de Santana. Ao todo, 50 policiais participaram da operação.

A arma usada para assassinar os ciganos e outras quatro foram apreendidas na operação. Os suspeitos não tiveram identidade divulgada.

Ao todo, seis suspeitos foram apontados pela polícia como responsáveis pelo crime. Não há informação sobre se a polícia sabe o paradeiro dos outros identificados.

Caso ocorreu em outubro

As seis pessoas da mesma família foram mortas em 5 de outubro no bairro de Amaralina, que tem grande concentração de ciganos.

Eles tiveram a casa invadida por homens encapuzados e armados. Todos tiveram a morte constatada pela polícia ainda no local do crime.

Uma criança e uma mulher grávida de 9 meses estavam entre os mortos.

A principal linha de investigação da polícia é de que o crime tenha sido motivado por uma briga entre famílias ciganas, iniciada em 2017.

Continua após a publicidade

As vítimas foram identificadas como:

  • Natiele Andrade de Cabral, 22 (que estava grávida);
  • Lainy Cabral Barreto, 4;
  • Elismar Cabral Barreto, 23;
  • Sulivan Cabral Barreto, 35;
  • Maiane Cabral Gomes, 45;
  • Lindivoval de Almeida Cabral, 66.

Deixe seu comentário

Só para assinantes