PUBLICIDADE
Topo

Joice Hasselmann: Centrão vai violentar Governo, fico constrangida

Do UOL, em São Paulo

03/09/2020 11h35

Candidata à prefeitura de São Paulo, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) disse hoje, no UOL Entrevista, que a "porta foi escancarada" desde a sua saída da liderança no Congresso Nacional e que o Centrão vai violentar o Governo.

Sem especificar a fonte do cálculo, Joice disse que a aliança com o Centrão "custou R$ 200 bilhões" e que deve constranger o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), já que muitos que o "achincalhavam" agora posam "abraçadinhos".

"Isso custou R$ 200 bilhões em cargos, estatais. O que esse centrão corrupto vai fazer? Vai violentar o governo. O presidente não podia ter deixado isso acontecer desta forma. Enquanto eu era líder do governo, eu segurei muito, eu fazia um paredão entre o Governo e o Centrão", disse ela, na entrevista comandada pela colunista do UOL Maria Carolina Trevisan e pelo repórter Wanderley Preite Sobrinho.

Joice saiu da liderança em outubro de 2019 e rompeu com o Governo, após ela assinar uma lista de apoio à manutenção do deputado federal Delegado Waldir (GO) como líder do PSL na Câmara. Em sua avaliação, desde então a relação do presidente com os parlamentares se deteriorou.

Enquanto líder eu segurava muito isso. Agora a porteira está escancarada e a gente vê os caciques do Centrão ao lado do presidente. Eu fico constrangida e imagino que o próprio presidente fique constrangido, porque são pessoas que o achincalhavam.

"Agora aqueles que ele rotulava de corruptos estão lá do lado, abraçadinhos, rebatizando programas do PT. Fico triste porque se perdeu a autonomia. O governo se colocou no colo do Centrão", disse ela.