PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Suspeito de ataques em Boston é identificado em vídeo, diz TV

Do UOL, em São Paulo

17/04/2013 14h40

Investigadores afirmaram nesta quarta-feira (17) ter identificado um suspeito de ser o autor dos ataques a bomba que deixaram três mortos e 176 feridos na Maratona de Boston, na última segunda-feira (15).

Personagens da tragédia

  • Reprodução/The Boston Globe

    Irmãos que assistiam à Maratona de Boston perdem uma perna cada um

  • Reprodução/Facebook

    Estudante chinesa morta na Maratona de Boston é identificada

  • Reprodução/Boston Globe

    Criança de 8 anos morta em ataque esperava o pai na chegada da maratona

  • Charles Krupa/AP

    Homem que tentou suicídio após filho morrer no Iraque vira herói

  • Reprodução/Facebook

    Mulher de 29 anos é a segunda vítima fatal da Maratona de Boston

  • Arquivo pessoal

    "Não sabíamos para onde era seguro ir", diz brasileira em Boston

  • Arquivo pessoal

    Passei pela chegada 1 min antes da explosão, diz brasileira em Boston

  • Reprodução

    Brasileiro que olhava maratona é salvo da explosão em Boston por minutos

Sem divulgar a identidade do suspeito, a TV CNN e o jornal “Boston Globe” informam que ele teria sido identificado por uma imagem de vídeo captada por uma câmera de uma loja próxima ao local de explosão da segunda bomba.

A CNN chegou a afirmar que o suspeito foi preso na tarde de hoje e que deveria ser encaminhado a um tribunal, porém, corrigiu a informação minutos mais tarde depois que o Departamento de Justiça, a polícia de Boston e o FBI negarem que houvesse qualquer pessoa presa por suspeita de ter cometido o atentado.

Ainda não está claro se o suspeito agiu sozinho ou se pertence a algum grupo nacional ou internacional. As imagens obtidas pela polícia mostram uma pessoa carregando uma mochila preta na rua onde as duas bombas explodiram, mas o vídeo ainda não foi disponibilizado.

Outro vídeo de uma emissora de TV de Boston teria contribuído para as investigações, mas detalhes não foram divulgados.

Os investigadores disseram ao "Boston Globe" que mais informações deverão ser divulgadas ainda nesta quarta-feira pelos órgãos oficiais que investigam o caso, em uma coletiva de imprensa, por volta das 17h do horário local (18h em Brasília).

Bombas

As duas explosões ocorreram com poucos segundos de intervalo, na segunda-feira, junto à linha de chegada da maratona. Muitas vítimas sofreram amputações, e 17 continuam internadas em estado grave.

As autoridades suspeitam que as bombas tenham sido preparadas com pólvora e objetos metálicos colocadas dentro de panelas de pressão.

Instruções sobre como fazer bombas usando panelas de pressão foram publicadas há três anos na revista on-line Inspire, ligada à Al Qaeda, segundo informações divulgadas pelo jornal norte-americano "USA Today". O artigo leva o nome de "Como fazer uma bomba na cozinha da sua mãe".

O presidente dos EUA, Barack Obama, que viaja na quinta-feira (18) a Boston para uma cerimônia em homenagem às vítimas, chamou o episódio de "ato de terror".

(Com agências internacionais)

Duas bombas explodem durante Maratona de Boston, nos EUA

Internacional