Topo

Pai de Snowden diz que filho não teria julgamento justo nos EUA

Lon Snowden: diferenças entre Snowden e Manning - Reprodução/Rossiya 24 via APTN/AP
Lon Snowden: diferenças entre Snowden e Manning Imagem: Reprodução/Rossiya 24 via APTN/AP

Do UOL, em São Paulo

31/07/2013 14h07

Lon Snowden, pai do ex-consultor de inteligência do governo americano Edward Snowden, disse a uma TV estatal russa duvidar de que seu filho teria direito a um julgamento justo nos EUA. Edward, exilado na Rússia, não quer voltar aos EUA por temer retaliações. O consultor divulgou detalhes sobre um amplo programa de monitoramento de pessoas da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês). 

"Ele não conseguiria um julgamento justo nos EUA. Absolutamente", disse o pai à emissora de TV "CNN".

O pai de Snowden disse haver diferenças entre seu filho e o soldado Bradley Manning, considerado culpado pelo vazamento de um dossiê sobre desvios e abusos do Exército americano no Iraque e no Afeganistão.

"Os dois casos são completamente diferentes", afirmou Lon. "Para começar, meu filho foi discreto quanto à informação que compartilhou." As revelações de Snowden vieram a público por meio do blogueiro Glenn Greenwald, colunista do jornal britânico "The Guardian". O dossiê de Manning foi divulgado pelo site Wikileaks, junto com mais de 250 mil comunicados diplomáticos.

Segundo o pai de Snowden, o ex-consultor da NSA "certamente admira Manning" pelo que fez.

Grampos nos EUA

O programaO Prism é um programa de inteligência secreta americana que daria ao governo acesso aos dados de usuários de serviços de grandes empresas de tecnologia
Quais dados?Não se sabe exatamente, mas qualquer informação poderia ser consultada. O jornal 'Washington Post' cita e-mail, chat, fotos, vídeos e detalhes das redes sociais
Quem sabia?Segundo Obama, o programa foi aprovado pelo Congresso e é fiscalizado pelo Poder Judiciário no país. Todas as empresas negaram participação
FuncionamentoDe acordo com fontes do jornal britânico 'The Guardian', o governo poderia ter acesso aos dados sem o consentimento das empresas, mas, como eles são criptografados, precisaria de chaves que só as companhias possuem
Empresas possivelmente envolvidasMicrosoft, Google, Facebook, Yahoo, Apple, Paltalk, Skype, Youtube, AOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Internacional