PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Homem mata ao menos 9 em universidade do Oregon, nos EUA; atirador foi morto

Do UOL, em São Paulo

01/10/2015 15h25Atualizada em 01/10/2015 23h54

Pelo menos dez pessoas morreram após um ataque de um homem armado nesta quinta-feira (1º) na Universidade Comunitária Umpqa, na cidade de Roseburg, no Oregon, Estado no noroeste dos Estados Unidos, incluindo o atirador.

Os primeiros relatos da polícia citaram pelo menos 15 mortos e outros 20 feridos. Já a Procuradoria do Estado chegou a confirmar 13 mortos. O xerife de Douglas County, John Hanlin, no entanto, confirmou dez mortos e sete feridos.

"Chegamos e encontramos vários feridos em várias salas de aula. As autoridades se encontram no local e o atirador foi neutralizado", afirmou Ray Shoufler, do departamento de bombeiros de Douglas County. Segundo ele,  11 pessoas foram transportadas a um hospital próximo --duas delas morreram.  O hospital Mercy Medical Center confirmou ter recebido nove pacientes da universidade

O xerife de Douglas County, confirmou em entrevista coletiva ter recebido o primeiro telefonema às 10h38 da manhã informando sobre um atirador na Umpqua Community College. Policiais confirmaram que ele foi encontrado perto das salas de aula de um dos prédios e morto em uma troca de tiros. A identidade do homem não foi revelada, e autoridades investigam o envolvimento de mais pessoas.

A governadora de Oregon, Kate Brown, afirmou que a prioridade é o atendimento aos feridos e a segurança do campus. Fontes consultadas pelo canal de TV CNN afirmaram que quatro armas foram encontradas.

O campus permanece fechado desde o ataque. Os alunos que não estão feridos foram levados de ônibus para um recinto de feiras em Douglas County, onde encontrariam amigos e parentes. Agentes da Agência de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos (ATF, na sigla em inglês) se encontram no local na busca por explosivos, armas de fogo e munição.

Previamente, o porta-voz da polícia estadual do Oregon, Bill Fugate, havia indicado que o suspeito, identificado como um homem, tinha sido detido e se encontra sob custódia.

Lorie Andrews, 57, mora na rua do campus e estava em sua varanda quando ouviu os tiros. Segundo ela, pelo menos 20 ambulancias e 75 viaturas da polícia foram até o local minutos após o incidente.

O presidente dos EUA, Barack Obama, foi informado do tiroteio por sua assessora de segurança nacional e contra o terrorismo, Lisa Monaco. "A questão sobre os passos sensíveis que podem ser dados para proteger nossas comunidades da violência por armas de fogo continua sendo uma prioridade para esta Administração", disse Josh Earnest, porta-voz de Obama, em sua entrevista coletiva diária.

A Umpqua Community College é uma faculdade que tem 3.330 estudantes em tempo integral e 16 mil em tempo parcial.  De acordo com a imprensa local, este é o 45º tiroteio em instituições de ensino nos EUA em 2015.

Roseburg é uma cidade com 22 mil habitantes, localizada a aproximadamente 290 km de Portland, a maior cidade de Oregon.

Tiroteios são muito comuns em escolas e universidades nos Estados Unidos --um deles ocorreu em uma escola em Dakota do Sul na quarta-feira, deixando um ferido, enquanto um outro no início de setembro, em uma universidade em Sacramento, fez um morto e dois feridos.

Um jovem de 20 anos assassinou 26 pessoas, incluindo 20 crianças, na escola Sandy Hook em Newtown (Connecticut), em 14 de dezembro de 2012. Em 16 de abril de 2007, um estudante de 23 anos de origem coreana matou 32 pessoas antes de cometer suicídio no campus da universidade de Virginia Tech, Blacksburg (Virgínia). Este foi o pior massacre na história do país em tempos de paz.
 

Internacional