Turquia prende acusado por ataque em boate no Ano-Novo

Do UOL, em São Paulo

  • Dogan News Agency/AFP/Divulgação

    Foto divulgada pela polícia turca e distribuída pela agência Dogan mostra o principal suspeito pelo ataque à boate Reina, Abdulkadir Masharipov, após sua captura em Istambul

    Foto divulgada pela polícia turca e distribuída pela agência Dogan mostra o principal suspeito pelo ataque à boate Reina, Abdulkadir Masharipov, após sua captura em Istambul

A polícia da Turquia afirmou ter prendido nesta segunda-feira (16) o principal suspeito pelo ataque contra uma boate em Istambul na virada do Ano-Novo, afirmou a mídia local.

Abdulkadir Masharipov, de nacionalidade uzbeque, teria sido preso ao lado do filho de quatro anos de idade, na casa de um amigo em Esenyurt, um bairro de Istambul. 

O ataque à boate Reina, que deixou 39 mortes, foi reivindicado pelo Estado Islâmico, que afirmou ser uma vingança pelo envolvimento da Turquia na guerra da Síria.

Masharipov estava foragido desde o ataque. Autoridades acreditam que ele estivesse escondido em um apartamento na cidade turca de Konya, com a mulher e os filhos.

Junto com Masharipov foram detidas outras quatro pessoas, três mulheres e um homem do Quirguistão, segundo a agência Anadolu.

A emissora "NTV" exibiu imagens que mostram um grupo de policiais, todos à paisana, levando o suspeito algemado, e agarrado pelo pescoço e braços, por uma rua para introduzi-lo em um carro e levá-lo depois a um lugar onde era esperado por viaturas.

O detido foi levado à delegacia central de Vatan, em Istambul, enquanto prosseguem outras operações policiais simultâneas contra outras células da mesma rede, de acordo com a Anadolu. (Com agências internacionais)
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos