Passageiros sobrevivem a acidente aéreo no Sudão do Sul

Do UOL, em São Paulo

  • Xinhua/Liu Junhao

    Avião incendiado no Sudão do Sul

    Avião incendiado no Sudão do Sul

Um avião comercial que transportava cerca de 50 pessoas sofreu um acidente em um aeroporto do Sudão do Sul nesta segunda-feira (30). Todos a bordo sobreviveram, segundo fontes oficiais. O voo partiu da capital Juba em direção à cidade de Wau, no noroeste do país. O acidente ocorreu já durante a tentativa de aterrissagem, quando o avião sofreu uma queda e acabou pegando fogo.

Todos conseguiram fugir por uma das saídas de emergência da aeronave antes que ela pegasse fogo. "A aeronave chegou a encostar na pista, mas subiu novamente. O piloto não conseguiu controlar", explicou um funcionário do aeroporto de Wau, Stephen Youngule, à agência de notícias AP. Ele disse ter testemunhado todo o acidente, até o momento em que o fogo consumiu a aeronave.

 Já um funcionário da companhia aérea responsável pelo voo, a South Supreme Airlines, informou à agência de notícias AFP que o avião, um Antonov An-26, levava 40 passageiros e cinco tripulantes. Segundo o ministro da Informação sul-sudanês Bona Gaudensio, 37 feridos foram levados a um hospital em Wau, sendo que a maioria já foi liberada.

No acidente, o avião ainda acabou saindo da pista e batendo uma das asas em um carro, iniciando um incêndio. A tripulação conseguiu retirar todos pela saída de emergência da parte traseira do avião.

Xinhua/Liu Junhao

Os veículos de imprensa locais, bem como um funcionário do aeroporto citado por agências de notícias, relatam que há passageiros que saíram completamente ilesos. "Algumas pessoas deixaram a aeronave por conta própria, enquanto outras foram puxadas para fora", disse Paul Charles, engenheiro no aeroporto de Wau, à agência AFP. 

Fotos em redes sociais mostram a cauda ainda intacta. Charles acredita que o mau tempo contribuiu para o acidente. "A visibilidade não era boa (...) e o avião acabou caindo. Acho que o piloto não estava vendo bem a pista", afirmou o funcionário. (Com Deutsche Welle e AFP)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos