Professora oferece álcool a alunos e é condenada por assédio sexual nos EUA

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Twitter

    Ex-professora Randi Lynn Zurenko, 33, oferecia álcool às vítimas menores de idade

    Ex-professora Randi Lynn Zurenko, 33, oferecia álcool às vítimas menores de idade

Uma ex-professora da Filadélfia, nos Estados Unidos, foi condenada a um total de 23 anos de prisão, mais quatro em liberdade condicional e outras 500 horas de serviços comunitários. Randi Lynn Zurenko confessou ter se envolvido sexualmente com alunos do ensino médio na época em que lecionava.

De acordo com os registros de prisão, a mulher de 33 anos oferecia álcool às vítimas menores de idade e admitiu ter tido relações sexuais com uma delas enquanto trabalhava no colégio Bishop McDevitt.

Randi também revelou ter tirado fotos da mesma vítima sem roupa, além de ter enviado imagens dela nua ao adolescente. Em relação a outra vítima - esta uma nenina -, a ex-professora disse ter feito massagem e desabotoado o sutiã da aluna. As vítimas também consumiram álcool sob a influência da professora.

A mulher foi condenada por assédio sexual, contato ilícito com menores, corrupção de menores, posse de pornografia infantil e disseminação de material obsceno para menores, em um total de mais de 200 acusações. Acredita-se que ela manteve relações com uma das vítimas de janeiro de 2013 a outubro de 2016 e com a outra do começo de 2015 até outubro de 2016.

Logo após os crimes virem à tona, a escola colocou a professora em regime de licença administrativa. Em sua defesa, Randi Lynn Zurenko pediu ao juiz que levasse em consideração seus filhos de 11 e 3 anos na hora de determinar a sentença.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos