Maior nevasca em uma década deixa 1 morto e milhares sem energia em Santiago

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters

    15.jul.2017 - Criança brinca na neve após nevasca incomum em Santiago (Chile)

    15.jul.2017 - Criança brinca na neve após nevasca incomum em Santiago (Chile)

Santiago foi atingida neste sábado (15) pela maior nevasca da última década e o fenômeno deixou uma pessoa morta, duas feridas e mais de 300 mil lares sem energia elétrica, o que se repetiu em outras regiões do centro e do sul do país.

O intendente (governador) da Região Metropolitana, Juan Pablo Gómez, informou que o funcionário de um hospital de Santiago morreu depois de cair na neve e bater com a cabeça. Além disso, duas pessoas foram eletrocutadas na capital, mas estão fora de risco.

Os bairros altos da cidade se dobraram à paisagem da imponente Cordilheira dos Andes com árvores e caminhos cobertos de neve.

Mais abaixo, em Providencia, bairro próximo ao centro de Santiago, também foi sentida a água-neve prevista pela meteorologia.

A Oficina Nacional de Emergência (Onemi) informou que "251.659 clientes estavam sendo afetados pelo corte de energia" em Santiago.

A empresa Enel, que fornece eletricidade a boa parte de Santiago, informou que tem cerca de 180 mil clientes sem o serviço. Já a Compañía General de Electricidad (CGE), que opera em alguns setores da Região Metropolitana e no sul do país, contabilizou 144 mil casas sem fornecimento elétrico: 132 mil na Região Metropolitana e 12 mil na região de O'Higgins.

A queda de árvores e galhos sobre a rede elétrica foi a principal causa da emergência, que deixa milhares de pessoas sem possibilidade de calefação, em meio a uma onda de frio com temperaturas abaixo de 0ºC.

A Direção Meteorológica do Chile tinha avisado sobre a chegada de uma onda de frio polar à região central do país, que podia provocar tempestades de neve e chuva. A previsão é de que não haverá mais neve na zona central do Chile, mas os termômetros continuarão com temperaturas abaixo de zero.

A neve caiu também em outras pontos do centro-sul do país, como Valparaíso, O'Higgins e Maule. A passagem Los Libertadores, a principal na fronteira entre Chile e Argentina, permanece fechada por conta do temporal.

Além disso, dois jogos pela primeira fase da Copa Chile, que aconteceriam em Santiago, foram adiados: Colo-Colo e La Serena e Universidad Católica e Rangers.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos