PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ventos fortes e enchentes: moradores da Flórida registram efeitos do furacão Irma

Árvores quebradas pelas fortes rajadas de vento e tempestade que atinge Coral Gables, na Flórida - Wildredo Lee/AP
Árvores quebradas pelas fortes rajadas de vento e tempestade que atinge Coral Gables, na Flórida Imagem: Wildredo Lee/AP

Do UOL, em São Paulo

10/09/2017 10h18

O gigantesco furacão Irma ganhou força neste domingo e atingiu as ilhas do sul da Flórida, onde 6,3 milhões de pessoas receberam ordem para abandonar suas casas, depois de provocar inundações no norte de Cuba e deixar 25 mortos no Caribe.

O olho do furacão, agora de categoria 4, atingiu o conjunto das ilhas de Florida Keys com rajadas de vento de até 215 km/, anunciou o Centro Nacional de Furacões  às 7h locais (8h de Brasília). Nas redes sociais, moradores publicam imagens das inundações e dos fortes ventos que atingem o território norte-americano. 

Nos vídeos, algumas pessoas chegaram a se arriscar e enfrentar a tempestade para fazer imagens. 

Uma das imagens mais impressionantes foi feita pelos "caçadores de furacão" Simon Brewer e Juston Drake. Drake sai do carro para medir a velocidade dos ventos do Irma.

"Esta é uma situação extremamente perigosa e potencialmente letal", afirmou o Serviço Meteorológico Nacional (NWS) em Key West, antes de fazer um apelo às pessoas que ignoraram os alertas de evacuação para que procurem refúgio "agora para proteger suas vidas".

Mais de 54.000 moradores já encontraram refúgio em 320 abrigos criados ao longo da Flórida, afirmou o governador Scott, que fez um apelo de mobilização. "Precisamos de 1.000 enfermeiras voluntárias para ajudar nos abrigos".

Olho do furacão Irma é captado em Cuba

AFP

Internacional