Coreia do Norte volta a lançar míssil intercontinental no Mar do Japão

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/KCNA

A Coreia do Norte fez nesta terça-feira (28) um novo lançamento de míssil. O míssil teria voado por cerca de 50 minutos e caído no Mar do Japão, na Zona Exclusiva Econômica. 

O lançamento acontece uma semana depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, colocou a Coreia do Norte de volta à lista dos EUA de países que apoiam o terrorismo.

O Pentágono informou em sua avaliação inicial que o míssil era um ICBM lançado de Sain Ni, na Coreia do Norte, que viajou por cerca de mil quilômetros antes de cair no Mar do Japão.  Fontes militares sul-coreanas afirmam que ele alcançou uma altitude de 4.500 quilômetros.

Para o Pentágono, o míssil de capacidade intercontinental não apresenta uma ameaça aos EUA, seus territórios ou seus aliados.

Este foi o primeiro lançamento norte-coreano desde setembro, quando o regime norte-coreano disparou um míssil que sobrevoou o Japão.

Veja também:

Durante a tarde, o presidente norte-americano Donald Trump afirmou em coletiva que os Estados Unidos devem cuidar disso: "É uma situação de que vamos tratar".

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que Tóquio estava solicitando uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas. Os EUA também fizeram esse pedido.

O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul informou que o míssil de quarta-feira foi disparado de Pyongsong, uma cidade na província de Pyongan Sul, por volta das 16h17, no horário de Brasília, sobre o mar entre a Coreia do Sul e Japão. 

Minutos após a Coreia do Norte disparar o míssil, as Forças Armadas da Coreia do Sul anunciaram que conduziram um teste de disparo de míssil em resposta.

O programa de mísseis e de armas nucleares norte-coreano desafia as sanções impostas pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). O país não faz segredo sobre seus planos de desenvolver um míssil capaz de atingir a área continental dos Estados Unidos. 

Entenda o programa de mísseis norte-coreano

Testes de míssil em 2017

Depois de disparar mísseis a um ritmo de cerca de dois ou três por mês desde abril, os lançamentos de mísseis norte-coreanos sofreram uma pausa depois do lançamento de um míssil que passou pela ilha japonesa de Hokkaido, em 15 de setembro.

- 12 de fevereiro de 2017: teste de um novo míssil balístico, que percorre 500 km antes de cair no Mar do Japão.

- 6 de março de 2017: Pyongyang lança quatro mísseis balísticos e afirma se tratar de um exercício para atingir bases dos Estados Unidos no Japão.

- 14 de maio de 2017: Coreia do Norte lança míssil que percorreu 700 km antes de cair no mar do Japão. Os analistas estimam a capacidade do alcance do projétil em 4.500 km.

- 4 de julho de 2017: Pyongyang dispara um míssil balístico que percorre 930 km antes de cair no mar do Japão. Os analistas estimam seu alcance em até 6.700 km, o que chegaria ao Alasca. O regime norte-coreano declara que se tratou de um teste de míssil balístico intercontinental Hwasong-14.

- 28 de julho de 2017: Pyongyang lança um míssil com alcance teórico de 10.000 quilômetros, o que significa que poderia atingir os Estados Unidos.

- 26 de agosto de 2017: disparo de três mísseis balísticos de curto alcance.

- 29 de agosto de 2017: Coreia do Norte dispara um míssil que sobrevoa o Japão antes de cair no Pacífico. De acordo com Seul percorreu 2.700 quilômetros a uma altura máxima de 550 km.

- 3 de setembro de 2017: Coreia do Norte anuncia o teste de uma bomba de hidrogênio capaz de ser montada e transportada em seus mísseis de longo alcance.

- 15 de setembro de 2017: A Coreia do Norte dispara um míssil balístico que sobrevoa o Japão e cai no Pacífico, a cerca de 3.700 km a leste do ponto de partida. (Com agências internacionais)

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos