PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Coreia do Norte lança selos para comemorar míssil que pode atingir os EUA

KCNA/Reuters
Imagem: KCNA/Reuters

Do UOL, em São Paulo

29/12/2017 10h47

O escritório norte-coreano de selos lançou uma coleção em comemoração ao último teste com um míssil balístico intercontinental realizado em 29 de novembro e que segundo Pyongyang pode atingir todo o território continental dos Estados Unidos.

Imagens dos selos divulgadas pela agência estatal de notícias KCNA mostram o míssil Hwasong-15.

Leia também

Em mensagem reproduzida pela TV estatal em novembro, o líder norte-coreano, Kim Jong-un, afirmou que o teste com o míssil Hwasong-15 foi um sucesso. "Após assistir ao lançamento com sucesso do novo modelo de ICBM Hwasong-15, Kim Jong-un declarou com orgulho que agora finalmente realizamos a grande causa histórica de completar a força nuclear do Estado, a causa de construir uma potência de mísseis", disse um comunicado lido na TV.

Uma das imagens nos selos mostra Kim Jong-un em frente a um monitor acompanhando o progresso do lançamento do míssil. 

Selo norte-coreano em comemoração à lançamento de míssil que pode atingir os EUA - KCNA/Reuters - KCNA/Reuters
Imagem: KCNA/Reuters

Não é a primeira vez que a Coreia do Norte produz selos deste tipo. Em agosto, um selo mostrava o líder norte-coreano comemorando o lançamento do míssil Hwasong-14.

O míssil

"O ICBM Hwasong-15 é um míssil balístico intercontinental com uma ogiva de grande tamanho capaz de atingir todo o território continental dos Estados Unidos", disse a agência de notícias norte-coreana KCNA.

Selo norte-coreano em comemoração à lançamento de míssil que pode atingir os EUA - KCNA/Reuters - KCNA/Reuters
Imagem: KCNA/Reuters
A Coreia do Norte disse que o novo míssil balístico intercontinental (ICBM) foi lançado com um veículo recentemente desenvolvido e que sua ogiva pôde suportar a pressão da reentrada na atmosfera da Terra.

Muitos especialistas na área nuclear afirmam que a Coreia do Norte ainda precisa provar que dominou todas as barreiras técnicas, incluindo a capacidade de instalar uma pesada ogiva nuclear de maneira confiável em um ICBM, mas eles acreditam que isso ocorrerá em breve. (Com Guardian)

Selo norte-coreano em comemoração à lançamento de míssil que pode atingir os EUA - KCNA/Reuters - KCNA/Reuters
Imagem: KCNA/Reuters
Selo norte-coreano em comemoração à lançamento de míssil que pode atingir os EUA - KCNA/Reuters - KCNA/Reuters
Imagem: KCNA/Reuters

Internacional