Topo

Paraquedas não abre, e mulher sobrevive a uma queda de 1500 metros

Do UOL, em São Paulo

20/08/2019 11h02Atualizada em 20/08/2019 20h53

Uma canadense sobreviveu após seu paraquedas ter falhado e ela ter despencado de uma altura de 1.500 metros. A mulher, de 30 anos, que não teve o nome divulgado, caiu sobre uma área cheia de árvores, o que amorteceu a queda.

Por muita sorte, ela sobreviveu ao incidente, mas sofreu diversas fraturas, incluindo uma vértebra quebrada, e se recupera em um hospital no Québec. Segundo a polícia, ela não corre risco de morrer.

O incidente ocorreu na noite do dia 10 deste mês em Trois-Rivières, no Québec, e foi testemunhado por Denis Demers. O homem contou que notou que a paraquedista estava caindo mais rápido do que todo mundo e que tanto o paraquedas principal, quando o reserva, não abriram.

"É um milagre. Não sei como uma pessoa consegue sobreviver a uma queda de um avião daquele jeito", disse Demers em entrevista ao canal de TV Radio-Canada.

A polícia de Trois-Rivières afirmou que a paraquedista era experiente e que está investigando para descobrir se o incidente foi causado por negligência criminal.

A canadense Océane Duplessis também testemunhou a queda. Ela estava prestes a embarcar em um outro avião, para também saltar de paraquedas, quando viu tudo.

"Assistimos a tudo o que aconteceu até o fim. Ficamos torcendo para que algo acontecesse. Ficamos muito preocupados. Muito mesmo", contou.

Errata: o texto foi atualizado
A imagem original da matéria mostrava um parapente, e não um paraquedas. A foto foi trocada.

Mais Internacional