PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Família acha que vietnamita mandou mensagem antes de morrer em caminhão

23.out.2019 - Policiais retiram caminhão onde foram encontrados 39 corpos no Reino Unido - Ben Stansall/AFP
23.out.2019 - Policiais retiram caminhão onde foram encontrados 39 corpos no Reino Unido Imagem: Ben Stansall/AFP

Do UOL, em São Paulo

26/10/2019 09h01

As autoridades ainda não confirmaram as identidades das 39 pessoas encontradas mortas dentro de um caminhão frigorífico na Inglaterra. No entanto, informações da rede britânica BBC dão conta de que ao menos seis delas podem ser do Vietnã. Até o momento, quatro pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no caso.

A família de Pham Thi Tra My, de 26 anos, não sabe o paradeiro dela desde que enviou mensagens de texto na terça-feira dizendo que não conseguia respirar.

O irmão dela disse que contrabandistas cobraram cerca de 30 mil libras, o equivalente a R$ 154 mil, para levá-la do Vietnã ao Reino Unido. "Estamos preocupadas que ela esteja no caminhão", disse o irmão Pham Ngoc Tuan à BBC.

A última mensagem de Pham à família dizia o seguinte: "Mãe e pai, eu sinto muito, minha viagem para o exterior não teve sucesso. Eu estou morrendo, não consigo respirar. Eu amo muito vocês. Sinto muito, mãe."

As vítimas do caminhão são 31 homens e oito mulheres. Inicialmente, a polícia disse acreditar que todos eram chineses. A polícia e especialistas forenses tentam identificar as vítimas, como morreram e quem está implicado na suposta rede de tráfico humano.

Internacional