PUBLICIDADE
Topo

Marinheiro mata 2 pessoas e se suicida em base naval de Pearl Harbor (EUA)

Uma terceira vítima atingida pelos disparos está hospitalizada, de acordo com autoridades da Marinha dos EUA - Pixabay
Uma terceira vítima atingida pelos disparos está hospitalizada, de acordo com autoridades da Marinha dos EUA Imagem: Pixabay

Do UOL, em São Paulo*

04/12/2019 22h37Atualizada em 05/12/2019 02h43

Um marinheiro matou duas pessoas a tiros e depois se suicidou dentro da base aeronaval de Pearl Harbour, no Havaí, nos Estados Unidos, na noite desta quarta-feira (4). Uma terceira vítima atingida pelos disparos está hospitalizada.

Os dois mortos pelo marinheiro eram funcionários civis do departamento de Defesa, assim como o ferido, que está internado em condição estável, informou à AFP um funcionário da unidade.

Bombeiros e socorristas foram chamados para a área às 14h30 do horário local, cerca de 21h30 no horário de Brasília. Os nomes das vítimas e do atirador não foram revelados pelas autoridades.

O tiroteio aconteceu três dias antes do 78º aniversário do ataque japonês a Pearl Harbor, que matou 2.403 militares americanos em 1941 e provocou a entrada dos Estados Unidos na 2ª Guerra Mundial.

O governador do Havaí, David Ige, declarou que "se une à solidariedade do povo havaiano para expressar nosso pesar por esta tragédia e preocupação com os atingidos pelo tiroteio". Ige assinalou que a Casa Branca ofereceu a assistência das agências federais.

O site Hawaii News Now informou que o tiroteio ocorreu no Dique Seco nº 2, próximo à entrada sul da base, e citou uma testemunha que ouviu disparos e viu três pessoas caídas no chão.

* com agências internacionais

Internacional